Não é novidade para ninguém sobre os inúmeros males que o cigarro faz à saúde. Alguns tabagistas Famosos depois que passam por alguma doença e saem vitoriosos, costumam abandonar o vício. Mas, com a apresentadora global, Ana Maria Braga, foi diferente e, mesmo depois do câncer de pulmão enfrentado por ela, não conseguiu abandonar o vício do tabaco. Essa declaração, dadapara a renomada revista Playboy, chocou os fãs da loira por todo o Brasil.

A apresentadora, de 67 anos, revelou que uma vez tomou remédio para reduzir a vontade fumar e acabou indo parar no hospital, pois a experiência não foi nada agradável. Ana tem o orgulho de ter sempre a constante companhia do neto no seu programa matinal e diz que ainda não conseguiu se livrar do cigarro por completo. Ela revela que se diz uma pessoa vitoriosa por ter enfrentado e vencido o câncer pela terceira vez e agradece a Deus por todos os obstáculos vencidos até hoje.

Ana afirma que os desafios tornam as pessoas mais humanas e disse que a doença a transformou em uma pessoa melhor. Ainda, para a loira, é possível aprender com todo sofrimento. A apresentadora ressalta que já tentou, inúmeras vezes, sem sucesso, abandonar o vício do cigarro, mas confessa que não conseguiu ainda.

Sobre sua boa forma, a loira global revela alguns truques que a deixam dentro do peso ideal.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Televisão

Ana salienta que come de tudo, mas pouco, sem exageros. Ela ainda se diz muito regrada com tudo e mesmo que esteja com muita fome, não extrapola em nada, além de evitar frituras, doces e beber muita água. A apresentadora ainda tem uma rotina pesada e acorda pontualmente às 04h30, e se mantém em atividade até por volta das 20hs.

Ana revela que não frequenta academias, pois sua rotina de trabalho é bem pusadae que já foi vítima de assédio sexual no início de sua carreira, mas faz questão de esquecer, pois isso é coisa do passado e todo o apoio da família que recebeu na época, a fez superar o trauma.

Sua grande alegria agora é o neto Bento, de um ano e seis meses.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo