Muito emocionada, Camila Pitanga deu uma entrevista para o "Fantástico", que foi ao ar na noite deste domingo (18), onde a atriz contou como foram os últimos momentos em que ela esteve ao lado do ator Domingos Montagner. Eles mergulharam no rio São Francisco, mas logo perceberam que as águas estavam bem mais violentas do que imaginavam e resolveram sair. A atriz conseguiu alcançar uma pedra, onde estaria em segurança, mas Domingos ficou para trás e ela ainda tentou ajudá-lo, em vão.

Na cidade de Canindé do São Francisco, em Sergipe, cenário da novela "Velho Chico", Domingos se despediu da colega com uma troca de olhares.

De acordo com o que foi narrado por Camila Pitanga, seu colega de novela lhe salvou, dando-lhe uma nova chance para a vida. "Ele me salvou", afirmou a atriz, emocionada.

Ainda de acordo com Camila, Domingos Montagner tinha plena consciência do que estava acontecendo ali e com uma imensa generosidade ele morreu em paz, sem querer agarrá-la para se salvar, sem desespero, apenas olhou para ela e se foi. "Eu vi o olhar dele", disse a atriz que revelou ainda a vontade de viver do ator, que estava repleto de planos, de vida.

"Domingos não nadava e estava muito assustado", contou a atriz que logo em seguida gritava por socorro e se desesperou ao vê-lo submergindo pela primeira vez. Era para ele estar se debatendo, nervoso, agitado por causa da situação, mas Camila Pitanga contou que o ator parecia estranho, paralisado.

Os melhores vídeos do dia

Eles haviam gravado algumas cenas para "Velho Chico" na parte da manhã, almoçaram e como tinham o resto do dia de folga, resolveram ir nadar um pouco, sem saberem que ali naquelas águas aconteceria uma tragédia que iria deixar o país inteiro comovido.

Domingos Montagner morreu por volta das 14h30 e seu corpo só foi localizado no início da noite, a cerca de 20 metros de profundidade, preso nas pedras.

O velório do ator foi no teatro Fernando Torres, em São Paulo, no bairro onde ele nasceu e viveu boa parte de sua vida. O enterro foi no cemitério da Quarta Parada e contou com a presença de vários colegas de trabalho que também atuam em "Velho Chico".