2

No capítulo da novela Velho Chico desta quarta-feira (31), Bento fez elogios a Beatriz, sua namorada, no bar do Chico. Ele disse à professora que os seus pedidos foram aceitos na Câmara dos Vereadores, por causa dela. Beatriz disse que não, que o namorado lutou para conseguir e o povo estava ao seu lado.

As pessoas cumprimentaram Beatriz pelo que ela fez, pois foi a educadora quem convocou a população a comparecer na audiência da Câmara e apoiar o político Bento em seus pedidos. O irmão de Santo exigiu que aprovassem a medida para abaixar o salário dos vereadores e prefeito da cidade, pois ele levou um documento, que mostrava que os mesmos queriam aumentar os orçamentos salariais em cem por cento.

Bento disse que as pessoas ali presentes e ele não aceitavam esse reajuste e que consideravam o projeto um abuso, uma afronta à população. Com a sua emenda, ele estaria enxugando os gastos astronômicos dos políticos. Ele solicitou que a emenda substitutiva fosse aprovada e assinada ali mesmo diante das pessoas. O presidente da Câmara se sentindo acuado falou em alto e bom tom, que votava sim ao pedido de Bento dos Santos. O projeto foi aprovado e o povo aplaudiu muito e comemorou a vitória.

A outra face

Carlos Eduardo chega à casa de Afrânio e se senta à mesa, com a família. Tereza e Miguel reagem a sua presença e o deputado fala que estava com saudades de ver a família reunida.

A avó de Miguel responde que a família do deputado é ele mesmo. Carlos rebate dizendo que não estava falando com Dona Consolação.

Os melhores vídeos do dia

O deputado ataca Olívia e diz que voltou para defender a família. Martim o confronta e Carlos se levanta da mesa e sai para lavar as mãos. O coronel intercede e diz que eles não conseguem fazer uma refeição em paz.

O deputado no banheiro conversa com ele mesmo e diz que irá tirar cada centavo do coronel Saruê. Depois ele vai até o escritório de Afrânio para conversar com ele e o mesmo o pergunta por que voltou. Carlos diz que ali é a sua casa e família e que em Brasília está um inferno.

O pai de Tereza fala que ele pode voltar de onde veio, pois na fazenda o inferno está mais quente. Carlos diz que não irá deixar o coronel sozinho, mas o seu sogro fala que não está só e que a família é só dele. O coronel o agradece por tudo o que ele fez e insinua que ele deveria ir embora.

O deputado pergunta a Afrânio se ele o está dispensando, Saruê responde que da família sim, mas do seu lado não. O político fala que não tem como ficar do seu lado, sem a família e o seu sogro responde que eles inventarão uma fórmula, pois deve isso a ele. 

Após o coronel sair, Eduardo mostra outra face e fala que Afrânio deve muito a ele e que terá que lhe pagar com juros e correção por cada centavo.

Com um olhar estranho, o político diz que o coronel ficará por baixo e ele por cima.

O apoio

Beatriz foi até a casa de Dona Piedade para conversar com Luzia. Quando entrou no quarto viu Luzia sentada na cama e toda obscura, infeliz e amargurada. A mãe de Isabel disse que não tinha forças para sair da cama e que estava arrependida do que havia feito. A professora falou para Luzia que o caminho certo é o mais sofrido e que ela tinha que reagir.

O capítulo se encerra quando Luzia entra na sala e pega a conversa de Santo e Bento no ar falando sobre Olívia. O que poderá acontecer nas próximas cenas é só acompanhar os artigos.