Quem pensa que Wanessa Camargo perdoou Rafinha Bastos por uma famosa "piada" infeliz está completamente enganado. Após ela ter sofrido com uma pisca sobre Estupro, anos atrás, em um programa apresentado pelo humorista, a artista tocou no assunto pela primeira vez em uma rádio de São Paulo. Nesta semana, ela falou para os jornalistas da estação que não perdoou o humorista que tentou fazer uma "piada" ao dizer que estupraria a ela e a seu bebê, na época em que esteve grávida.

A declaração repercutiu e não foi nem um pouco bem vista pela cantora e sua família, que decidiu entrar com uma ação judicial contra Rafinha.

O caso aconteceu no ano de 2011, na apresentação de Rafinha para o programa CQC, da Band.

"Eu só vou dizer uma coisa. A ação ainda não correu, esse dinheiro [da indenização] ainda não veio. Mas vou dizer uma coisa: eu trocaria esse dinheiro todo, o dobro dele, para não ter vivido o que vivi.", revelou.

Wanessa falou ainda que ter passado por esta situação foi muito difícil para ela e que foi uma afirmação infeliz, ainda mais quando pessoas usam desse fato para tirar sarro e ofender ela mais ainda.

"Eu trocaria tudo, todo esse dinheiro, R$ 1 milhão que fosse, para não ter vivido isso", desabafou a cantora que voltou às origens country após anos investindo no pop.

Após a entrevista, os jornalistas da rádio colocaram uma ouvinte para conversar com Wanessa Camargo. A seguidora da cantora perguntou se ela já havia perdoado Rafinha Bastos que, por inúmeras vezes, foi a programas de televisão falar sobre seu arrependimento e até chorar, como fez no "De Frente com Gabi", do SBT.

Os melhores vídeos do dia

Ela se negou a absolver o humorista.

"Não vou dizer se perdoo, não vou dizer nada", falou ela para a fã.

Wanessa completou dizendo que já se expôs bastante a respeito do tema e que apenas decidiu falar uma vez para desabafar.

"Esperei o tempo que podia esperar", disse.

O motivo do silêncio, segundo Wanessa, foi para se proteger, já que muitos desconhecidos falavam "besteiras" que ela não queria ouvir. Ela, ao contrário do que alguns "haters" afirmaram, disse entender o humor e a liberdade necessária para ele acontecer, mas não foi clara que não quer sua vida exposta "de maneira tão horrível".

"Quem ofender meus filhos vai me ofender", finalizou a cantora.