Quem é fã da série #Gilmore Girls (exibido no Brasil como "Tal mãe, tal filha") sabe que o revival feito pela #Netflix já está no ar. E com ele, aqueles que encararam o Rory Gilmore Reading Challenge (Desafio de Leitura de Rory Gilmore) podem ficar felizes em saber que os novos episódios fazem referência a mais títulos que podem ser adicionados ao desafio.

Os novos livros de Gilmore Girls

Nos episódios de Gilmore Girls - A Year in the Life, lançados pela Netflix no último dia 25/11, acompanhamos 4 dias na vida das garotas Gilmore, um em cada estação do ano. Cada parte dura cerca de 90 minutos, e ao longo desse tempo, não vemos Rory lendo tantos #Livros quanto antigamente – apenas no episódio Summer (Verão) ela está com um livro em mãos, mas não foi possível identificá-lo.

Mas, mesmo assim, são citados - por Rory, Lorelai e outras personagens - diversos livros e autores, demonstrando que o universo literário ainda é uma grande referência da série. Com isso, a lista com 339 títulos compilados pelo escritor australiano Patrick Lenton - que deu origem ao desafio de leitura da série - agora soma pelo menos 6 títulos não citados anteriormente (alguns livros do revival já haviam aparecido nas temporadas televisivas).

Vamos aos novos livros:

1. Trainspotting (Irvine Welsh)

No episódio inicial (Inverno) Lorelai usa como referência esse livro (também poderia ser o filme) para explicar como era o apartamento que Rory tinha alugado no Brooklyn (Nova Iorque).

2. The Life-Changing Magic of Tidying Up (Marie Konde)

Essa indicação de leitura foi feita a Emily para que ela tentasse arrumar sua vida após a morte de Richard, e ela decidiu que a pergunta principal do livro (“isso me traz felicidade?”) realmente devia ser sua guia.

Os melhores vídeos do dia

3. "Consider the Lobster" (David Foster Wallace)

Quando Rory finalmente consegue um horário para conversar com o pessoal da revista de viagens Condé Nast, o editor menciona o ensaio “Consider the Lobster”, de David Wallace.

4. Wild (Cheryl Strand)

O livro mais importante mencionado no revival e um dos poucos que aparecem fisicamente talvez seja Wild. Seu impacto é tanto que Lorelai resolve fazer a viagem relatada na obra.

5. Tevya the Dairyman and the Railroad Stories (Sholem Aleichem)

Quando estão avaliando o musical sobre a história de Stars Hollow, Babette cita uma fala da peça teatral americana Tevya the Dairyman and the Railroad Stories.

5. I Feel Bad About My Neck and Other Thoughts in Being a Woman (Nora Ephron)

Na redação da Gazeta de Stars Hollow, enquanto conversa com a colega de trabalho Esther - que repete sempre o mesmo movimento ao arquivar papéis - Rory faz referência ao livro de Nora Ephron, no qual a autora conta como é ser uma mulher que está envelhecendo, incluindo as dores físicas do processo.

6. My Struggle (Karl Ove Knausgard)

No episódio final (Outono), Jess passa na casa de Lorelai e Luke para falar com o tio antes do grande dia e podemos vê-lo lendo um exemplar de My Struggle, do autor norueguês Karl Ove Knausgard.