Em um momento terno, a cantora Kelly Key, que se encontra no fim de uma gestação, dividiu seus pensamentos sobre a maternidade com os seguidores nas redes sociais nesta terça-feira.

A artista postou uma foto de si mesma com a filha Suzanna e o filho Jaime Vitor e escreveu sobre seus sentimentos.

Disse que sempre quis mãe e que quando era criança dizia que teria uma filha e iria morar com ela em uma casa rosa.

Publicidade
Publicidade

Quando a filha nasceu, ela decidiu que dali a alguns anos seria bom ter um menino. Cinco anos depois, nasceu o filho. Segundo ela, neste ponto, Deus já a tinha abençoado com um maravilhoso casal de filhos, mas Ele decidiu que não era hora de parar, razão pela qual ela está sendo abençoada de novo, com a atual gravidez. "Faltando dias para meu Artur nascer!", vibrou.

Kelly Key afirmou também que ter filhos foi a melhor decisão que tomou na vida, que a maternidade é algo verdadeiramente mágico, que filhos completam os pais são indispensáveis mesmo à sobrevivência destes e que, mesmo que o amor às vezes possa doer, os filhos mais do que compensam todas as pequenas feridas do coração.

Publicidade

Não importa qual seja o tipo de parto dos filhos ou mesmo se eles vieram por adoção, eles, deixou claro, são uma benção.

A famosa também repartiu o sofrimento causados por dois abortos espontâneos que sofreu e pela dificuldade de engravidar. Depois de um dos abortos, escreveu, chegou a apresentar uma inflamação nas trompas, o que exigiu um tratamento médico. Ela disse que uma hora a dor passa e que ela serve para amadurecer.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Também consolou as mães que passaram pelo drama que ela atravessou dizendo que cada gestação é um caso diferente, tanto é verdade que ela teve dois abortos e ainda assim está completando a terceira gravidez saudável.

A cantora agradeceu a seu marido Mico Freitas, disse que nesta hora a participação do companheiro é imprescindível e que ela é afortunada por tê-lo a seu lado para dividir as alegrias e tristezas da jornada.

Realmente, são belas reflexões. O pequeno Artur ainda nem veio a este mundo e já tirou a sorte grande: ter uma família amorosa.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo