Quando se inicia The Walking Dead, tanto na série quanto nos quadrinhos, dificilmente alguma expectativa e torcida surgem pela personagem Carol Peletier. Na primeira temporada/primeiras edições, Carol foi retratada como uma mulher frágil e indefesa que sofria violência doméstica nas mãos do marido. Contudo, ninguém podia esperar ou prever que essa mulher passaria por uma transformação intensa, talvez nem mesmo os produtores.

Publicidade
Publicidade

Sendo extremamente bem desenvolvida ao longo de seis temporadas, Carol foi, aos poucos, se tornando uma das sobreviventes mais habilidosas e capazes dentro da trama de apocalipse zumbi. Seguindo uma conduta rígida de aniquilar ou neutralizar qualquer ameaça ao seu amado grupo, a personagem não mede esforços na hora da ação. O que pode significar, para ela, atirar em crianças, queimando pessoas doentes, explodir lugares, se passar por uma adorável dona de casa que cozinha deliciosos cookies e assim por diante.

Publicidade

Mas após tantos anos na estrada, em busca de um lugar seguro para viver, quantos mortos-vivos e pessoas passaram desta para melhor graças a Carol? O site Visu tem a resposta (via thewalkingdead.com.br e Toda Nerd)! Um infográfico foi criado contabilizando em etapas o número de "vítimas" da personagem.

O material foi atualizado, ou seja, os números da primeira parte da 6ª temporada estão inclusos.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Televisão Seriados

E ainda há estatísticas de quais formas de assassinar a senhora Peletier mais utilizou ao longo dos episódios. Confira:

Será que na segunda metade da 6º temporada de The Walking Dead Carol continuará afiada?

A série retorna no dia 12 de fevereiro com episódios inéditos na AMC e na Fox.

Vale citar que a nova temporada sofreu duras críticas até mesmo dos especializados por conter "violência gratuita" em excesso. E, de acordo com o que afirmaram Robert Kirkman, Greg Nicoreto e Gale Anne Hurd, criador e produtores do seriado, respectivamente, a série não se tornará menos violenta por conta das reclamações e o nível será mantido na segunda etapa da 6ª temporada.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo