O setor de TV por assinatura está cada vez mais competitivo e o YouTube está buscando seu lugar ao sol. A plataforma de vídeo anunciou que também terá seu canal de TV on-line. De acordo com a diretora executiva do YouTube, Susan Wojcicki, a entrada em operação deve ocorrer nos próximos meses.

Já haviam rumores sobre esta possibilidade desde 2016. Além da transmissão ao vivo, será possível agendar a gravação de programas específicos, que serão armazenados na nuvem, sem limite de tamanho.

Saiba mais

O slogan do novo serviço será: “Finalmente, TV ao vivo feita para você”. O site do serviço já está formando uma lista de espera, permitindo aos interessados deixarem um e-mail para serem alertados quando o produto estiver disponível.

O valor do YouTube TV será de US$ 35 por mês (R$ 109) nos Estados Unidos e oferecerá aproximadamente 40 canais, entre eles grandes conhecidos do público como Fox, NBC, CBS, ABC e ESPN.

Mas haverá outros, como o Showtime, que poderão ser contratos pelos usuários com um adicional na mensalidade.

No entanto, no começo, o serviço estará disponível somente em algumas cidades onde a plataforma conseguiu acordo com redes de Televisão. Completando o pacote, o cliente ainda terá acesso às produções originais do YouTube Red Original, serviço de streaming por assinatura disponível em mercados como Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Televisão Tecnologia

Com esse novo produto, o Google, dono da plataforma de vídeo, entra na briga com os serviços de televisão por cabo ou satélite e com empresas de streaming.

Todas as empresas dessa área buscam atrair o público que perdeu o interesse pela tradicional TV por assinatura ou nem sequer chegaram a utilizar este serviço. Porém, até agora nenhuma das plataformas já conhecidas conseguiu alcançar o patamar de sucesso no mercado.

Como o YouTube já tem bastante experiência com recomendações e buscas, espera poder fazer uso desse know-how para se destacar. Susan Wojcicki comentou ainda que os millenials (geração nascida a partir dos anos 1980) gostam muito de televisão, porém não querem sentar na sala de estar e assistir a programação como antigamente, mas como, onde e quando desejarem.

O YouTube TV foi criado tendo em mente os jovens que buscam notícias, filmes e mais programas sem assinar o serviço por cabo ou satélite.

Ainda de acordo com a diretora executiva, esse projeto é o ápice das três fases vividas pela televisão: o sucesso da TV a cabo, o surgimento dos vídeos on-line e a popularização dos smartphones, equipamento que levou a televisão para o bolso das pessoas.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo