Para a felicidade dos internautas e fãs na TV, o MasterChef Brasil voltou com tudo. Como todos já esperavam, os telespectadores se divertiram com as caras e bocas dos candidatos, suas receitas maravilhosas e outras nem tanto - umas receitas que mais parecem grandes travessuras e verdadeiros desastre na cozinha.

No entanto, alguns candidatos se superam e preparam delícias de dar água na boca. Alguns têm tanta habilidade que acabam dificultando o trabalho dos jurados em escolher os melhores candidatos para entrar na cozinha mais famosa do Brasil.

Para deixar a disputa ainda mais acirrada, os cozinheiros, a partir desta edição do Masterchef Brasil 2017, terão que se enfrentar em duelos com temas específicos, como, por exemplo, carne, confeitaria, culinária italiana, entre outros.

Conheça os candidatos que se destacaram na noite desta terça-feira (14):

  • Michele, de Santa Catarina, é uma morena muito simpática que lembra muito a Sabrina Kanai, participante de outra temporada. Superou-se no Petit gateau de doce de leite com calda de frutas vermelhas, o qual até o Chef Jacquin, expert nessa sobremesa, gostou bastante da combinação de sabores. Depois, enfrentou o italiano Leonardo no duelo de comidas temáticas e apesar do prato não ter uma apresentação bonita, superou em paladar e garantiu sua entrada ganhando o duelo com seu prato francês.
  • Outros dois que garantiram sua participação foram Leonardo Santos, supervisor de telemarketing que apresentou um carré de cordeiro acompanhado de um aligot para os chefs, e Douglas Holler, designer de curtume , que apresentou um prato que agradou os jurados. Os dois participaram na prova da sobremesa e garantiram sua vaga no programa, entregando as melhores sobremesas da noite.
  • Outras duas que duelaram foram Luciana Braga, diretora de Comunicação, que, apesar de atrapalhada, arrasou na prova do ovo. Já sua concorrente foi a loira Adriana, que disse que gostaria de ter um programa de comidas eróticas. Mais parecia querer participar do "Master Sexy" e servir um delicioso piroquete, como descreveu qual seria o nome do croquete erótico. Entretanto, na cozinha do MasterChef, não soube fazer ovos e acabou eliminada.
  • Outro que foi classificado e já chegou causando foi o Vitor, um brasiliense que mora em Curitiba. Apesar de cantar e tentar cantar a juíza Paola Carosella dando umas piscadelas, cozinhou bem e surpreendeu com a técnica de banho-maria, deixando seu prato com um sabor surpreendente e acabou levando o avental, mas ainda falta passar na prova do duelo. Veremos se seu jeitinho cafajeste o ajudará para alguma coisa.
  • Miriam Cobre, cirurgiã-dentista, preparou a receita do Chef Daniel Redondo, "Polvo com arroz de chorizo e grão-de-bico", apresentada durante a terceira temporada, e agradou os jurados levando o avental.
  • Fabrizio, o baiano radicado em São Paulo, também foi classificado por sua peixada. Mesmo sem tempero, acabou classificado.
  • Já o Abel, um sino-paraguaio, poliglota, apesar de ser cheio de si e muito imponente, agradou aos jurados com sua receita: Vieiras com ovas falsas. Mas foi repreendido por sua resposta grosseira para Paola Carosella quando perguntado porque não falava com sotaque. Ele respondeu: "Porque eu sou oriental tenho que falar flango flito." Na saída, já com o avental na mão, foi repreendido pela apresentadora Ana Paula Padrão: "O peixe morre pela boca".
Siga a página Masterchef
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!