A convivência dos confinados na casa do Big Brother Brasil 17 não foi nada pacífica nos últimos dias, e depois da indicação de Ilmar ao paredão da semana pela líder Emilly, agora desafeto do advogado, os ânimos se exaltaram no ex-trio Mallymar.

Com desentendimentos e discussões sem reconciliação e dedos apontados na cara, parece que os bons relacionamentos estão cedendo ao objetivo maior, de ganhar R$ 1,5 milhão, com destaque ao rompimento do trio da casa, formado entre Marcos, Emilly e Ilmar.

Marcos acordou nesta segunda-feira (3), parecendo disposto a colocar algumas coisas em "pratos limpos" com o ex-fiel amigo, e pareceu até meio inseguro de sua vitória no paredão da semana, formado neste domingo (02), em que ele e Ilmar se enfrentam.

A votação da casa, feita em secreto no confessionário, colocou Marcos na berlinda, vale lembrar que o casal Marmilly, traçava uma estratégia para que Marinalva tivesse 2 votos na casa, empatando com Marcos. O médico estava contando com o voto de Ieda, que não vingou, a aposentada também votou nele, somando 3 votos pela casa.

O fim do trio Mallymar no BBB 2017

Ilmar e Marcos já não vinham tendo uma relação muito amigável, sendo ainda mais afetada, pela forma que o advogado se dirigiu ao seu "bichinho" ontem na cozinha, apontando o dedo na cara da menina.

E com os brothers quase não se falando mais direito, Emilly, em um conversa com o namorado, destacou que o amigo fiel estava mudando de lado, sugerindo uma possível traição no jogo.

Marcos, como sempre buscando o entendimento por meio de diálogo, procurou ilmar para uma conversa, e o médico acabou revelando um fato pessoal do amigo, que se deu dentro da casa, assustando os aficionados que vigiam a casa do BBB 17 24 horas por dia.

Marcos revela a presença da Polícia no confessionário do "BBB17"

Depois de quase discutirem novamente, Marcos, como sempre incisivo, solta a "bomba": "A um mês atrás a polícia bateu aqui e te chamou no confessionário" [...].

Revelando que a polícia teria ido ao programa e chamado o advogado ao confessionário por ele estar devendo três meses de pensão, e que ele havia oferecido ajuda ao amigo, em dinheiro.

Marcos diz que o advogado conta com o benefício da dúvida, se está ou não traindo. Ilmar insiste que não está traindo o amigo e ouve mais de Marcos que acha absurdo eles não dialogarem, se referindo aos desentendimento entre ele e Emilly.

Marcos continua sendo duro com Ilmar, e a conversa segue na área externa, e ele diz para o advogado que uma amizade assim não se joga fora, que esta amizade verdadeira que os mantinha dentro da casa.

Siga as suas paixões.
Fique atualizado.

Parecendo envolvido em um sentimento misto de dívida e decepção, Ilmar fica em silêncio, e Marcos continua questionado, dizendo que hoje à noite quer ter uma resposta sobre sua grande dúvida.

Ilmar tenta convencer Marcos que não se juntou ao grupo Ieda, Vivian e Marinalva. Mas o médico continua e grita: “Alguém que dá flores pra alguém seis dias atrás e depois chama a menina de verme?! Ninguém muda de opinião uma hora pra outra."

O paredão desta semana no Big Brother Brasil 17 será fatídico, com dois "amigos" se enfrentando.

Marcos e Ilmar estavam juntos quase que desde o começo do programa.

O trio Mallymar parecia ter dado rumo no jogo, por terem caído no gosto do público. Agora ele acabou, e o julgo popular vai dizer quem estava certo ou errado, colocando pra fora da casa do BBB17 um dos dois emparedados.

Não perca a nossa página no Facebook!