Eliminado com 55,92% dos 112 milhões de votos no paredão desta terça-feira (4) (participação recorde dessa edição do Big Brother Brasil 2017), Ilmar Renato Fonseca veio a público falar sobre alguns acontecimentos na casa mais vigiada do Brasil. O advogado conta que passou muito tempo ao lado da atual líder da casa, Emilly, e que não se arrepende de ter a ajudado durante muitos desafios que surgiam.

Ele também falou que entende que debateu com uma adolescente de 20 anos, mas, mesmo sendo um professor, não se arrepende de ter chamado a gaúcha de “verme” e de ter apontado o dedo no rosto dela. “Achava que ela tinha chance de mudar. Sou professor e sempre entendi o lado dela meio adolescente, mas não teve jeito”, explicou o advogado.

Ilmar contou que o maior problema de Emilly na casa era o seu próprio caráter e, de acordo com “Mamão”, apelido do advogado, caráter não dá para mudar.

Por isso. precisou se afastar dela no momento que achou mais apropriado.

A reportagem do portal EGO fez uma pergunta sobre o episódio em que Ilmar chamou Emilly de “verme” e apontou o dedo no rosto dela. Perguntado sobre se ele se arrepende de ter feito isso, o brother afirmou: “Ela é mesmo um verme. Reafirmo isso. E ela colocou o dedo na cara de muita gente na casa.”

“Mamão” explicou que não ver problema em ter feito essa afirmação para todo o Brasil ver.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
BBB Big Brother Brasil

De acordo com ele, feio mesmo seria se ele estivesse chamado a gaúcha de “p***” ou “v***”.

“Isso sim ofenderia a moral dela”, justificou Ilmar. Quando saiu da casa, “Mamão” ficou sabendo que o pai de Emilly, Volnei Alves, e toda a família da estudante não gostaram das últimas afirmações do advogado direcionadas para a gêmea.

Ao saber disso, Ilmar afirmou que não vai tirar o que disse com relação à gaúcha e se os integrantes da família dela não gostaram das palavras dele, esses parentes vão ter que lidar com isso da maneira que acharem melhor.

“Aí é um problema do pai dela, da família dela e não meu”, disse Ilmar. Sobre Marcos, o advogado disse: “Não sei mesmo se terei uma amizade com o Marcos aqui fora. Se ele vier me procurar, quem sabe.”

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo