Justin Bieber, 20 anos, deveria estar mais maduro e com vontade de crescer. Mas, ao que tudo indica, ele se interessa mesmo é pelas baladas e meninas. Com novas tatuagens, um novo disco "Purpose" e uma nova turnê, o cantor mostrou, neste sábado (1º) mais uma vez apatia num show em São Paulo para milhares de fãs.

Publicidade
Publicidade

Inegável é a qualidade da produção do show.

Figurinos, palco, som. Tudo excelente. Já a apresentação do cantor lembra um funcionário que vai ao trabalho apenas para bater o ponto, não vendo a hora de ir embora. Ao menos essa é a visão do colunista Tiago Dias, do portal UOL.

O show apático em São Paulo

Bieber ainda tentou trollar suas beliebers (nome dado as fãs do cantor), saindo do palco mais cedo, dando a impressão que não terminaria o show. Nesse intervalo, praticamente na metade do show, Rudy Mancuso, um dos melhores amigos do canadense, anunciou em português que Justin Bieber não poderia mais se apresentar ali.

Jusin Bieber completa o show em São Paulo ovacionado, mas demonstrando apatia
Jusin Bieber completa o show em São Paulo ovacionado, mas demonstrando apatia

Mas era tudo 1º de abril. O cantor retornou sem um sorriso no rosto. Ou seja, nem esse clima de trollagem foi suficiente para animar o espetáculo.

Outro momento que deveria ser interessante foi quando o cantor canadense entrou com uma camisa do Palmeiras. Mas a previsibilidade tornou o momento apenas "mais um" do show.

Nenhum sorriso no rosto, pouca interação com o público.

Um aparte para as fãs. Essa sim mereciam receber o ingresso. Não pararam de gritar “Justin eu te amo” um só minuto, se esforçavam para cantar todas as músicas (apesar de Bieber praticamente tocar as músicas ainda desconhecidas do novo álbum) e tentavam a todo custo transmitir a animação e euforia ao cantor.

Publicidade

No setlist, foram tocadas 21 músicas e um bis da Música Sorry. Destaque novamente para o público que cantou a música Baby e a música Sorry uníssono.

Para quem não sabe, Bieber não precisa se esforçar para cantar. Ele sempre fez suas apresentações com auxílio de playback, ou seja, com a música do CD tocada ao fundo. Isso só não vale para quando ele pega o violão e toca para o público.

As beliebers na internet são praticamente unânimes em celebrar o show.

Só a presença do ídolo no Brasil já faria as fãs se derreterem .

Entretanto, um cantor que tem tanto talento para mostrar muito mais saiu devendo e pior, segundo o colunista Tiago Dias, demonstrou não ter evoluído de quando era um adolescente e fez uma turnê no Brasil em 2013.

Acompanhe um trecho do show do cantor e tire suas próprias conclusões:

Leia tudo