A participante do Big Brother Brasil 17 Emilly Araújo deve prestar depoimento à diretora da Divisão de Atendimento à Mulher da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Marcia Noeli, na próxima segunda-feira (12). A estudante vai falar sobre o suposto caso de agressão cometido por Marcos Harter, também ex-integrante e companheiro do reality show.

Em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (12), a diretora contou que tanto ela quanto a delegada titular Viviane Costa Ferreira viram tudo o que foi relatado dentro da casa.

Publicidade
Publicidade

"Foi instaurado o inquérito, a delegada está apurando", disse. Ela reforça o alerta sobre a importância da denúncia em casos de agressões contra as mulheres. "Muitas mulheres se sentem culpadas, acham que a culpa é delas", completou.

Se for condenado pela Justiça, Marcos poderá pegar até três anos de prisão. "Se for provado e se for uma questão de violência doméstica", explicou a diretora.

Marcos presta depoimento

O médico Marcos Harter prestou depoimento, na tarde desta quarta-feira, na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), no bairro de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.

Publicidade

O ex-brother foi ouvido sobre as supostas agressões contra a companheira de confinamento Emilly, ocorridas no domingo (9).

Sua versão foi ouvida pela delegada titular Viviane Costa, que investiga o caso. Assim que ele saiu, admiradores o esperavam e dispararam: "Força, Marços! Estamos com você". Logo depois de entrar no carro, o ex-brother acenou e sorriu para os fotógrafos.

Na saída dele, a delegada titular disse à imprensa que algumas imagens do programa foram analisadas e identificaram que havia indícios de lesão corporal. Ela ainda destacou que a decisão da eliminação de Marcos foi feita exclusivamente da emissora, sem interferência da equipe policial.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
BBB Big Brother Brasil Televisão

Entenda o caso

Na segunda-feira (10), a diretora da Delegacia da mulher determinou as investigações para apurar o caso. No mesmo dia, Marcos foi expulso do BBB17. O apresentador Tiago Leifert anunciou à noite a saída do participante da edição de 2017.

No reality, além das supostas agressões, o médico também apresentou comportamento agressivo com outros integrantes nos últimos dias. Em uma discussão, no domingo, Marcos encurralou a namorada em um canto da parede, colocando o dedo na cara e gritando com a finalista do reality.

Logo depois, Emilly reclamou de dor no pulso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo