Após rumores que tomaram conta das redes sociais e da imprensa de que a polícia esteve na casa do BBB para ouvir o casal sobre uma suposta agressão de Marcos à namorada, o médico foi chamado ao confessionário, e ficou por lá 15 minutos. Depois foi a vez de Emilly que permaneceu apenas por cerca de cinco minutos. Ao sair do quarto privado ficou em silêncio, para logo depois ter uma crise de choro e optar por ficar sozinha na área externa da casa.

Publicidade
Publicidade

O cirurgião plástico que ao deixar o confessionário se dirigiu também em silêncio para o banheiro, e logo após, teria tomado uma medicação e não quis comentar com a sister o que lhe foi dito no particular. Tentou saber o que haviam dito a Emilly, e se tinha algo relacionado com ele. A jovem não quis conversa e deu uma resposta semelhante a que recebeu dele, ao responder que o que acontece no confessionário permanece lá.

Publicidade

Durante a exibição do Jornal Nacional de hoje (10), foi confirmado que a delegada Viviane da Costa Ferreira Pinto da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher, esteve nos estúdios da Rede Globo para apurar as denúncias de agressões de Marcos com Emilly. E foi solicitado as imagens da briga do casal para serem analisadas - os dois participantes ouvidos e foi acordado entre a polícia e a direção do programa, que a jovem seria submetida a um exame com um perito da Globo para saber se existiu ou não lesão corporal.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos BBB Big Brother Brasil

Após esses procedimentos a Globo prometeu se manifestar publicamente, ainda durante o programa. Porém independente da posição da emissora as investigações seguem na delegacia da mulher.

Nas redes sociais cresce cada vez mais a campanha que exige um posicionamento mais duro da direção do programa BBB 17, com a exclusão do cirurgião plástico por agressão. Se uniram a esta campanha, Famosos, familiares e amigos da jovem Emilly.

A irmã gêmea da sister também recorreu à internet para demonstrar o descontentamento e medo da família com as atitudes agressivas de Marcos.

Mayla informou que seu Volnei Alves estava entrando em contato com a direção do BBB 17 para solicitar providências contra Marcos. Pois considera que a impulsividade e grosseria do médico com a filha, chegou em ponto que não daria mais para relevar. A última eliminada do BBB, a paratleta Marinalva, que foi umas das que teve o dedo de Marcos apontado na cara, confessou que o clima dentro da casa nos últimos dias era de medo, por causa das crises de fúria de médico contra todas as participantes.

Publicidade

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo