Parece que o caso envolvendo Marcos Harter e Emilly ainda não acabou, e uma investigação está sendo guiada contra o cirurgião plástico. A emissora de televisão Rede Globo decidiu expulsar Marcos depois que a delegada Viviane Costa, da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher em Jacarepaguá, esteve no Projac para realizar investigações a respeito da possível agressão sofrida por Emilly por conta de imagens que foram exibidas no dia anterior durante a apresentação do programa. Após o assunto continuar nas redes sociais e a repercussão até mesmo engolir a audiência da final do BBB 17, Marcos foi expulso do programa.

A delegada só estava aguardando Emilly sair da casa mais vigiada do Brasil para ser ouvida por ela, no Rio de Janeiro.

A ex-sister não está prestando queixa contra Marcos, mas mesmo assim o ex-brother pode acabar sendo preso após a conclusão do inquérito da delegada Viviane Costa do Rio de Janeiro. Ela falou com o programa ‘Fofocalizando’, do SBT, e disse que os dois ficaram emocionados ao dar depoimento sobre a agressão que envolveu o casal. A delegada também disse que as imagens estão sendo analisadas e logo ela decidirá se vai prender ou não Marcos, visto que a vontade de Emilly em denunciar ou não o cirurgião plástico não pode impedir da delegada agir.

A delegada explica que em muitos casos a violência doméstica não é reconhecida por quem a sofre, e que acaba exigindo uma medida cautelar. A ex-sister chegou a fazer uma perícia para comprovar as agressões que sofreu enquanto esteve ao lado de Marcos no Big Brother Brasil 17.

Os melhores vídeos do dia

Para quem não viu as cenas, os dois começaram a discutir durante uma festa na casa e Marcos perdeu completamente a cabeça, pressionando Emilly contra a parede e esfregando o dedo na cara da gaúcha. Além disso, ele gritou e apertou bem forte o braço de Emilly que chegou a ficar com hematomas.

A delegada ainda falou qual poderá ser a pena de Marcos: se for comprovada a agressão contra Emilly o cirurgião plástico poderá pegar até três anos de reclusão, de acordo com artigo 129 do código penal, onde o crime de lesão corporal e de violência doméstica é tipificado. Nem Marcos e nem a ganhadora do Big Brother Brasil 17, Emilly, pronunciaram-se sobre o depoimento que deram para a delegada Viviane Costa.

Com tudo isso, parece que a história do casal Marcos e Emilly ainda não acabou. #bbb17 #BBB Big Brother Brasil