A nova aposta da Record, o reality show 'A Casa', que ainda nem estreou, já gera muita polêmica, e um dos participantes resolveu colocar a 'boca no trombone' e relatou com exclusividade para o portal TV Foco os horrores vividos dento do confinamento.

Desorganização e farsa

Segundo a fonte do TV Foco, que seria um ex-participante do reality show, 'A Casa' pode ser considerada uma grande farsa, porque, segundo ele, as pessoas que estão participando do programa foram enganadas. A começar pela seleção de candidatos que foi feita através de fotos e não de inscrição como havia sido anunciado.

O suposto ex-participante disse que a desorganização pode ser notada no pré-confinamento que foi feito em um hotel de São Paulo. As pessoas foram levadas para este local, proibidas de conversarem umas com as outras e tiveram que assinar o contrato durante a madrugada. Detalhe: os participantes não tiveram direito a uma cópia do mesmo, já que as cláusulas são todas muito abusivas.

Ele salienta que não houve nenhum tipo de análise psicológica dos candidatos, o que já representava um risco iminente para todos os envolvidos.

A princípio, todos foram informados que o reality show seria no estilo do "No Limite", antigo reality da Globo que seguia a linha de sobrevivência em áreas remotas. No dia 1° de junho, sem nenhuma informação adicional, eles foram levados para o local do confinamento, ou seja, ninguém sabia ao certo onde estava se metendo.

Desumano

A fonte revelou que o local escolhido para as gravações é muito bonito, contudo, as condições de higiene dentro da casa eram precárias, o que foi planejado pela produção do programa.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Televisão

As mulheres menstruadas passaram por situações constrangedoras por falta de água e sabão. Vários participantes apareceram com herpes labial e contaminaram os demais.

Um casal com conjuntivite pediu ajuda para a produção várias vezes, mas foram ignorados, até que ele explodiu e gritou para a produção que estava com uma doença contagiosa e que poderia prejudicar a todos. Inconformado, o jovem berrou dizendo que ninguém ali podia ser tratado como animais. No mesmo dia, eles foram retirados da casa e não se teve mais notícias deles.

Um outro participante avisou a produção sobre o risco de contaminação dos confinados por vários tipos de doenças devido a sujeira da casa e principalmente das instalações sanitárias. Ele pediu álcool para desinfetar a casa, mas foi negado.

Manipulação

As brigas e desavenças eram estimuladas pela produção durante todo o tempo, quando os ânimos estavam exaltados, eles aumentavam a temperatura do ambiente, deixando a todos ainda mais agitados. Já durante a noite a temperatura da casa caía tanto que ninguém conseguia dormir direito. Eles eram forçados a comprar cobertores.

Convulsões e parada cardíaca

O relato mais alarmante feito pela fonte foi da situação desumana dos candidatos que chegaram a desmaiar de fome. Houve pessoas que tiveram convulsões e um dos participantes saiu de maca do reality show por causa de uma parada cardíaca, devido à falta de potássio. Após o incidente, a produção passou a fornecer dois copos de água de coco por dia.

Atores e modelos

Ao contrário do que foi afirmado para os participantes, havia modelos, atores, muitos famosos e pessoas infiltradas pela produção dentro do confinamento, ou seja, não era um grupo de anônimos como foi dito a eles. Sendo assim, nem todos os participantes estavam disputando o prêmio em 'pé' de igualdade.

Experimento nazista

Como a produção apoiava e até forçava as brigas, somente as pessoas mais polêmicas foram ficando no confinamento. De acordo com o ex-participante, a experiência dentro do programa foi de "um verdadeiro experimento nazista", vivido nos campos de concentração, entre os anos de 1933 a 1945.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo