Há dois anos, o Brasil assistia a uma das tragédias que mais abalou o país: a morte do cantor Cristiano Araújo por conta de um acidente de carro nas rodovias de Goiás. Ao lado do músico, a então namorada Allana também sofreu ferimentos fatais, e não resistiu.

Cristiano estava decolando em sua carreira quando o destino surpreendeu a todos com a morte repentina do rapaz, e chocou fãs, jornalistas e familiares.

Se a situação parecia incompreensível para todos, foi ainda mais difícil para a mãe do cantor, Zenaide Araújo, que teve que enterrar um filho tão jovem em circunstâncias tão dramáticas, e com grande exploração da mídia.

Dois anos após o fatídico episódio, Zenaide marcou uma oração em memória do filho, e em entrevista ao site G1 em nessa quinta-feira (22), ela falou sobre a perda, e disse que continua sofrendo, mesmo tanto tempo depois.

Dois anos se passaram, e Zenaide diz que ainda sofre na mesma medida

A mulher organizou uma missa em homenagem ao filho, e durante a entrevista ao G1 ela disse que durante a celebração se emocionou muito, se sentindo exatamente como no dia em que recebeu a notícia de morte.

Num relato muito dramático, ela disse se lembrar exatamente do momento em que recebeu a ligação informando sobre o falecimento do filho, e afirmou que acha muito importante manter viva a memória dele.

Em um dos trechos mais emocionantes, Zenaide disse que ainda sente a presença do filho, e ouve a voz dele mesmo depois da tragédia.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Música

Fãs têm papel importante na superação da perda

Depois do falecimento do filho, Zenaide teve que buscar ajuda médica e psicológica para conseguir lidar com o sofrimento. Ela diz ainda que os fãs do cantor tiveram papel importante em sua recuperação.

A comoção foi intensa no país, e as manifestações de solidariedade com a família também. Nesse meio, surgiu o infeliz comentário do jornalista Zeca Camargo, que disse, entre outras coisas, que ninguém sabia quem era Cristiano, e chegou a misturar a morte do cantor com a vazia discussão sobre “isso não é cultura”.

O jornalista foi amplamente criticado não somente pelos fãs, mas por diversos artistas que consideraram o comentário muito inoportuno, desagradável e insensível.

Zeca chegou a se manifestar ao vivo na Rede Globo pedindo desculpas, e dizendo que foi mal interpretado, e que nutria grande admiração pelo cantor sertanejo. Segundo a mãe de Cristiano, foi movido um processo contra o jornalista.

Além dessa situação desagradável, a família teve de lidar com a terrível situação do vazamento de imagens do corpo, que também recebeu investigação policial.

Diante do luto e um turbilhão de acontecimentos, Zenaide foi amparada pelo eterno conforto dos fãs, que demonstravam estar compartilhando da dor.

A missa para relembrar Cristiano foi exibida em dois telões que projetavam fotos do cantor e da namorada. Amigos e familiares ficaram em um local reservado, mas os fãs também participaram.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo