O ator e apresentador Rodrigo Hilbert foi intimado a prestar depoimento na 14ª Delegacia de Polícia do Leblon, no Rio de Janeiro. Isso porque uma ONG catarinense prestou queixa contra ele, devido às cenas do episódio em seu programa "Tempero de Família", do GNT, exibido no ano passado, em que o apresentador matou um filhote de ovelha para fazer um churrasco.

Rodrigo abateu um filhote de apenas 6 meses, durante o primeiro episódio da sétima temporada de seu programa, exibido em 2016. Após a polêmica gerada e inúmeras críticas o apresentador pediu desculpas, e esclareceu que a intenção era mostrar como era a vida no interior, ao mostrar o abate queria demonstrar ao público a procedência do alimento que chega à mesa.

Só que o impacto, das cenas, nos telespectadores do programa foi grande e causou um movimento contra as ações do apresentador.

O ator ainda reclama que ficou espantado com a reação das pessoas ao seu programa e ao episódio, e afirma que nunca teve a intenção de incitar qualquer tipo de violência ou maus tratos aos animais. E garante que teve a melhor das intenções, e não imaginava que seu público teria essa reação.Todas as imagens e filmagens foram retiradas do ar e do site do programa a fim de amenizar a repercussão da morte do animal, que era apenas um filhote.

Entenda o caso

O programa apresentado por Rodrigo Hibert desde 2012 é uma atração culinária chamada “Tempero de Família” no canal da GNT. O começo da sétima temporada mostra o apresentador capturando o animal que ainda estava sendo amamentado, para ser morto, porém, não foi exibida a cena da degolação, a edição decidiu mostrar o sangue do filhote escorrendo até uma bacia abaixo dele.

Os melhores vídeos do dia

Este episódio teve a intenção de mostrar como se faz um churrasco rústico de ovelha. Em seguida, Hilbert e um pecuarista 'carnearam' todo o animal – retirando os órgãos internos, a cabeça e o pelo. Enquanto o fatiava, o apresentador comentou que o filhote era tão macio que parecia um sofá. Por fim, a carne foi temperada para o churrasco que se seguiu.

O evento rapidamente se espalhou entre os internautas na web, que ficaram revoltados com a prática e com a barbaridade das cenas que foram ao ar, incitando vários comentários [VIDEO] nas redes sociais do tipo “desnecessário mostrar isso na tv”; “já não acho certo matar e comer um bicho desse, quanto mais transformar a morte dele em espetáculo. Deplorável”.

Com o acontecimento, uma petição foi criada para retirar o programa do ar, não sendo à primeira vez que o ator teria matado um animal “friamente”, já houve um episodio com uma rã que o apresentador a pegou viva e cortou em pedaços para fazer uma torta.