Confira a história de Famosos que tiveram suas vidas tiradas por seus próprios fãs:

John Lennon

Os fãs não são proibidos de expressar o seu amor, porém alguns acabam expressando seu ódio de forma extrema. Nos dias de hoje, existem centenas de formas de se mostrar estes sentimentos, como por meio das mídias sociais e internet, por exemplo. No entanto, vale ressaltar que, antes da existência da internet, os fãs se expressavam apenas com gritos e mais gritos quando tinham a oportunidade de ver seus ídolos nas ruas ou em shows particulares.

Um exemplo disso são "Os Beatles", que foram muito assediados por sua infinidade de fãs ao longo do curto período que passaram juntos. Eles tiveram que parar com as turnês, pois não tinham mais tempo para cuidar da própria vida pessoal. O único da banda que optou por não se distanciar dos fãs foi o incrível John Lennon e talvez esse seja o motivo que tenha feito com que Mark David Chapman conseguisse chegar tão perto do cantor e o tirasse a vida, fato ocorrido no dia 9 de dezembro de 1980. Mark David Chapman afirmou que o motivo foi simplesmente querer ser alguém importante para a sociedade.

Albert Ebossé

O jogador de futebol Albert Ebossé foi assassinado pelos fãs. O camaronês enfrentou a fúria dos próprios fãs no término de uma partida em 2014, na Argélia. Ele tinha apenas 24 anos de idade e foi atingido por um projétil após perder a disputa de um jogo durante o campeonato. O projétil que o atingiu acabou esmagando sua cabeça e, consequentemente, tirou sua vida.

Dimebag Darre

Dimebag Darre era o famoso guitarrista da "Pantera” e foi atingido por um tiro disparado por um fã, que afirma que a banda teria roubado uma de suas músicas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

O rapaz era um ex-fuzileiro naval americano que tinha domínio sobre as armas. Ele foi identificado como Nathan Gale e afirmava ter escrito mais de uma música para a banda. Tudo ocorreu no dia 8 de dezembro de 2004.

Selena

Com sucesso garantido em várias partes do mundo, a cantora latina Selena Quintanilla-Pérez foi assassinada pela fundadora de um dos seus fã-clubes, Yolanda Saldiva, que tirou a vida da artista quando ainda iria completar 24 anos de idade.

Assim como em todos os assassinatos expostos aqui, Selena foi baleada. A assassina atirou contra Selena quando a cantora estava descansando em um hotel.

Rebecca Schaeffer

Rebecca Schaeffer era considerada uma talentosa atriz e fazia sucesso no seriado americano “My Sister Sam” quando acabou perdendo sua vida com apenas 21 anos de idade. O responsável pela morte foi o fã Robert John Bardo, considerado obcecado pela atriz.

O rapaz chegou a perseguir a artista durante três anos antes de atacá-la. Segundo informações divulgadas pela polícia na época, Robert chegou a gastar cerca de 250 dólares com a contratação de investigadores particulares a fim de saber onde estava localizada a residência da atriz.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo