Conhecidos, amados e considerados uns dos homens mais influentes e renomados do país, os sacerdotes católicos Fábio de Melo, Marcelo Rossi, Reginaldo Manzotti e o padre sertanejo Alessandro Campos, vem dando o que falar entre os féis devido a uma série de revelações feitas por eles ao longo da carreira sacerdotal.

Confira as confissões mais incomuns feitas publicamente pelos religiosos mais queridos e respeitados do Brasil:

Padre Fábio de Melo

Sendo bastante evidenciado nos últimos dias devido à revelação de sofrer de síndrome do pânico, o religioso de 46 anos vem recebendo muita atenção e carinho por parte dos fiéis, que o acompanham e o seguem por onde ele se apresenta.

Mantendo uma excelente relação com o público, bem como a mídia, o padre surpreendeu a todos ao revelar em sua autobiografia, intitulada ‘’Humano Demais’’, que foi lançada no mês de fevereiro, em parceria com o jornalista Rodrigo Alvarez, que já fora assediado sexualmente e recebeu uma série de investidas por parte de um famoso apresentador de televisão, que é homossexual.

Segundo o padre, este famoso chegou a ir diversas vezes à portaria do prédio onde mora implorar aos porteiros que o deixasse entrar.

Impedindo que o mesmo adentrasse no prédio, os porteiros recebiam flores e presentes enviados por este apresentador, que destinava os mimos ao religioso.

Padre Marcelo Rossi

Grande ícone da música católica, padre Marcelo foi um verdadeiro fenômeno entre os anos 1990 e 2000. Carismático e muito querido pelo público, o religioso surpreendeu a todos ao revelar, durante uma entrevista ao jornal ‘’Extra’’, que se considera roqueiro e que sempre foi muito fã das bandas ‘’mundanas’’ U2 e Capital Inicial.

Outra situação inusitada envolvendo padre Marcelo se deu devido à ingestão de remédios para calvície. Temendo perder os cabelos, o sacerdote revelou, durante uma entrevista à revista ‘’Quem’’, em 2009: ''Tudo o que eu não quero é ficar careca. Muitos ligam isso à impotência, mas como sou celibatário, isso não me preocupa.''

Padre Reginaldo Manzotti

O religioso surpreendeu os fãs e fiéis ao declarar seu amor pelo ritmo rock'n roll.

Durante sua participação no programa ‘’Ritmo Brasil’’, exibido pela RedeTV!, o padre declarou: ''Sempre quis ser o Axl Rose. Por diversas vezes fugi do seminário para assistir ao cover do Guns N'Roses. Nunca fui pego, mas, se eu fosse, teria sido expulso.''

Padre Alessandro Campos

Queridíssimo pelos fiéis que curtem música sertaneja, o religioso, que apresenta um programa de músicas do gênero, se exaltou durante um programa que comandava na TV Aparecida em 2015.

Durante uma apresentação da dupla Irmãs Galvão, o padre notou que um dos microfones não estava preso, causando certo incômodo às convidadas. Demonstrando estar muito irritado com a situação, o sacerdote se dirigiu a um funcionário da produção e disparou: ''Vem logo arrumar essa merda''.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo