Casados há onze anos, os globais Caio Blat e Maria Ribeiro voltaram a ser notícia na tarde desta terça-feira, (22), por conta de uma entrevista que a atriz concedeu a revista “Vogue”, falando sobre vários assuntos, inclusive sua vida amorosa com o ator.

Maria, que foi clicada chegando de mãos dadas com o marido no Festival de Cinema de Gramado no último final de semana, declarou que os rumores de que estaria vivendo uma crise em seu casamento não procedem, e que está tudo muito bem entre eles.

“Estamos casados há 11 anos, tivemos uma crise, ficamos separados por alguns meses, mas acabamos voltando e está tudo bem.”, disse Maria, que completou dizendo que não se preocupava com isso, pois a “fofoca” estaria no pacote de sua profissão.

Ela também comentou os boatos de um suposto caso dela e do ator Eduardo Moscovis: “Acho graça, é surreal”. Na época, ela já havia negado qualquer envolvimento com o colega de trabalho.

Em junho deste ano, Maria publicou uma foto na qual trocava um “selinho”, com a também atriz Carolina Dieckman em protesto contra a homofobia, e surgiram boatos de que ela seria bissexual. Sobre isso ela comentou: “Eu mais gostaria de ser, do que sou, embora acredite que todo mundo seja bi”.

Hoje aos 41 anos, ela também revelou que já foi consumista e que hoje sente mais prazer doando do que comprando, e que se desfez de boa parte de suas roupas.

Atualmente, também tem atuado como escritora. Ela conta que escreve de tudo, roteiros, livros, legendas e tudo que pode. E também está prestes a estrear nas telinhas dos cinemas, com o longa, “Como Nossos Pais", em que atuou com Clarice Abujamra, Paulo Vilhena, Jorge Mautner e Thaila Ayala.

No filme, ela interpreta “Rosa”, uma mulher de 40 anos, que esta avaliando sua existência, é feminista e vive um conflito familiar com a mãe.

“Sabe quando você sente que fez um dos papéis de sua vida?”, derrete-se Maria, ao falar sobre a personagem. “Ela questiona sua trajetória. O filme trata de assuntos primordiais como o feminismo", completa a atriz.

O filme foi vencedor no prêmio de público no Festival de Cinema Brasileiro de Paris, e também foi muito aclamado no Festival e Berlim, tem estreia prevista para o final de agosto no circuito nacional.

Muito dinâmica e desafiadora, ela também está com um projeto paralelo no teatro, estreando com a peça: “Ensaio Sobre Alguma Coisa que a Gente Ainda não Sabe o Que É”. Onde atuará ao lado da amiga Carolina Dieckman e o músico Pretinho da Serra. “Somos amigos há muito tempo”, diz ela sobre os colegas de elenco.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!