Maria Ribeiro, consagrada atriz e também escritora, é atualmente casada com o também ator Caio Blat. As pessoas tendem a achar que o casamento dos famosos é um verdadeiro “mar de rosas”, mas não é bem assim. Em entrevista, Maria Riberio fez algumas revelações de problemas no seu Casamento. Algum tempo atrás, os holofotes apontaram uma crise no casamento dos dois, mas a situação parece ter melhorado atualmente.

Em sua entrevista para a famosa revista “Vogue”, ela falou que eles chegaram a se separar por um tempo ao longo do casamento de 11 anos. Relembrando a época de crise, ela tinha sido apontada como uma nova namorada do ator Eduardo Moscovis, mas ela nega essa informação.

Em um protesto contra a homofobia, Maria Ribeiro e Carolina Dieckman protagonizaram alguns selinhos, que levantaram toda uma polêmica, como quase tudo o que envolve as celebridades.

Então, sobre ser ou não bissexual, ela afirma ser, mas também acredita que todas as pessoas são bissexuais na realidade. Para a atriz global, um heterossexual nada mais é do que alguém que tem preferência pelo sexo oposto, mas que pode manifestar interesse em alguém do mesmo sexo em algum ou vários momentos da vida.

Ainda sobre esse assunto ela brincou, afirmando que gostaria de ser ainda mais bissexual do que é atualmente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento

Maria Ribeiro revela um lado carismático e brincalhão, característicos de pessoas de mente aberta encontrados aos montes na classe artística. Afinal, fazer a interpretação de um personagem exige uma certa flexibilidade e fibra que dificilmente alguém muito conservador e fechado irá ter.

Atualmente com 41 anos, a atriz já foi casada com Paulo Betti por quase cinco anos e teve um filho com ele em 2003, menino que recebeu o nome João.

Seu filho com o atual marido Caio Blat nasceu em 2010. O que muitos não sabem é que antes de ser atriz, Maria cursava Jornalismo na PUC (Pontifícia Universidade Católica) do Rio de Janeiro.

Sua brilhante carreira televisiva começou em 1994, fazendo uma participação na novela de imenso sucesso “Memorial de Maria Moura”. E não parou por aí, participando de uma novela de Manoel Carlos, consagrado autor, no ano seguinte.

Mas como todo grande intérprete de papéis, Maria Ribeiro ficou um tempo afastada da TV para dedicar-se ao teatro, atuando em uma verdadeira maratona de sete peças seguidas.

Seu retorno à TV aconteceu em 2001, na novela “A Padroeira”, do escritor Walcyr Carrasco. Também lançou um trabalho como diretora em um curta-metragem. A atriz também não foi fiel à poderosa Rede Globo por toda a vida, trabalhando também na Record TV, onde estreou em 2004 na novela “A Escrava Isaura”.

Além de inúmeros trabalhos na TV, ela nunca abandonou o teatro, além de fazer muitos filmes.

Em 2015 Maria lançou o seu primeiro livro, “Trinta e Oito e Meio”, com vários textos autobiográficos. Este ano, ela fez uma peça com Carolina Dieckman, sua amiga de longa data, e para 2018 está no elenco para a série “O Mecanismo”, produzida pela Netflix.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo