chris brown vai finalmente revelar tudo o que aconteceu na última noite com Rihanna. Foi em 2009 que o mundo reagiu em choque com a notícia de que Rihanna e Chris Brown haviam se separado e, pior que isso, o motivo havia sido muito violento. A cantora do Barbados surgiu com o rosto todo machucado, acusando o ex-namorado de lhe ter batido. Agora, o músico está contando a sua versão, pela primeira vez, expondo sobre a polêmica em um novo clipe para seu documentário 'Chris Brown: Welcome To My Life'.

De acordo com as palavras do rapper, a situação com Rihanna ficou insuportável quando ele confirmou para ela um envolvimento que ele havia mantido com uma funcionária sua.

Desde aí, o relacionamento dos dois músicos ficou mais difícil, e começou ficando mais violenta de ambas as partes. Supostamente, Rihanna deixou de conseguiu confiar em Chris e qualquer coisinha terminava em briga, por vezes, mais física. "Eu amava Rihanna, mas eu vou ser honesto: nós brigávamos o tempo todo, ela me batia, eu batia nela, mas não era ok", disse o cantor, visivelmente perturbado, fazendo essas declarações.

Chris Brown ainda não havia falado sobre esse passado. Ao longo de todo esse tempo, ele tem sido julgado por todas as pessoas, que nunca aceitaram ele ter batido na namorada, mas só agora ele resolveu contar, revelando que estavam vivendo um "relacionamento tóxico", em que existia violência das duas partes. No entanto, ele não esconde que se sentiu "um monstro" e de cabeça perdida, depois de ter batido na cantora do Barbados.

Quando falou sobre o momento em que lhe deu um soco, de punho fechado no rosto, ele não evitou se comover, recordando um momento que é ainda muito doloroso para ele.

Como foi a última noite

Chris revelou que a noite em que ele agrediu violentamente Rihanna começou com uma saída romântica, mas que foi interrompida por uma outra mulher, que se aproximou de Chris, despoletando um ciúme na beldade morena.

Rihanna ficou irada, quando viu a referida mulher e umas bebidas depois, eles foram embora e a briga decorreu no carro. "Nós estávamos lutando em um Lamborghini pequeno", contou Chris.

Eles brigaram muito e, do nada, começaram batendo um no outro e, quando ele percebeu já havia dado o soco que rebentou sua boca. Ela cuspia sangue e ele não conseguia entender o que tinha acabado de fazer, enquanto ela o havia ameaçado de jogar o celular pela janela do carro.

Quando ele parou o carro, ela saiu, enquanto ele tentava segurá-la, para falarem e "resolverem as coisas", quando ela gritou para alguém na rua: "Me ajude, ele está tentando me matar".

Após o incidente, Chris se declarou culpado de uma acusação de agressão e serviu liberdade condicional pelo crime. No documentário, o cantor vai provar o quanto se arrepende de ter deixado seu relacionamento chegar nesse ponto, mas parece que ele atira algumas culpas também a Rihanna.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo