Na última quinta-feira (17), o ator e humorista Paulo Silvino nos deixou aos 78 anos de idade, vitimado por um câncer no estômago. Com uma longa carreira no teatro e na televisão, Silvino ficou marcado por diversos personagens, o mais icônico dele foi o porteiro Severino, o programa Zorra Total, da Rede Globo, onde interpretava um porteiro de um estúdio de cinema que era sempre chamado pelo diretor para “quebrar” um galho quando algo faltava em um ensaio. O bordão “cara-crachá” era sua marca registrada.Por conta do tratamento contra a doença, Silvino ficou longe da TV nos últimos meses.

Sua última aparição na telinha aconteceu em outubro do ano passado, quando participou de um quadro do programa Adnight. Na ocasião ele fez uma divertida releitura de Dom Pedro I às margens do Rio Ipiranga.

Ainda em 2016, mais precisamente no mês de janeiro, junto com o ator Marcos Caruso, topou participar de uma brincadeira no programa Vídeo Show, onde voltou a incorporar o famoso personagem Severino. Na atração, dava umas dicas para Feliciano, personagem de Caruso na novela A Regra do Jogo, que virava porteiro.

Ele também fez uma participação no programa Amor & Sexo, apresentado por Fernanda Lima, e foi sabatinado no programa Altas Horas, de Serginho Groisman, onde falou sobre sua trajetória no humor.

Carreira no humor

Sua ligação com o humor começou praticamente desde quando nasceu, já que era filho do comediante Silvério Silvino. Foi através do pai que ele conheceu o teatro ainda com seis anos de idade, ao acompanha-lo nos trabalhos.

Sua estreia nos palcos foi quando ainda tinha nove anos.

Em 1960 estreou na rede globo em um programa chamado “Canal 0”, que satirizava programas da televisão. Ainda na emissora carioca participou de vários outros programas de humor, como Balança Mas Não Cai, Viva o Gordo e Planeta dos Homens.

Também teve uma passagem pelo SBT, no semanal A Praça É Nossa. Em sua participação, ele chamava o apresentar Carlos Alberto de Nóbrega para um café e sempre quando estavam falando de alguém que atravessava dificuldades ou encontrava-se em situação embaraçosa, tentava desentupir um açucareiro, cujo gesto dava margem para dupla interpretação.Veja o vídeo abaixo:

Seu último trabalho regular na TV Globo no humorístico Zorra Total.

Dentre os vários quadros e personagens que interpretou, o porteiro Severino foi o mais famoso deles e com certeza será lembrado por muitos e muitos anos.

Não perca a nossa página no Facebook!