Dado Dolabella foi preso no início da tarde desta quinta-feira por não efetuar o pagamento da pensão alimentícia de seu filho. Segundo a polícia no mandado de prisão do ator consta uma dívida que ultrapassa o valor de R$ 190 mil.

Os agentes foram à procura do ator logo cedo e ficaram por horas esperando em frente ao apartamento de Dado em Copacabana zona sul do Rio de Janeiro. Segundo os agentes, a espera teve início às 9h da manhã e parecia que Dado não se encontrava no local.

No início da tarde o ator deu as caras pensando que os agentes já tinham ido embora, e logo foi preso.

O ator não resistiu à prisão e chegou na delegacia por volta de 14h. Enquanto esperava a chegada de seu advogado, resolveu dar entrevista para as mídias que aguardavam ao lado de fora da delegacia.

O artista, que parecia tranquilo, relatou ao G1: "Isso na verdade já está sendo resolvido, é um processo que está em curso e que está sendo revisado.

Pois o valor que está sendo cobrado é em cima de um salário que eu recebia quando eu tinha um contrato longo e isso não ocorre mais, já que agora eu sou autônomo (ou seja, contratado por obra)". Os jornalistas também questionaram se o ator iria efetuar o pagamento ainda hoje, e ele afirmou que seus filhos são prioridade em sua vida. ''Pago a pensão de todos e ajudo sempre com o que posso", disse ele.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos

Pepita Rodrigues comenta sobre a prisão do filho

A mãe do ator cedeu uma rápida entrevista ao jornal Extra, enquanto tentava fazer contato com os advogados do filho. "Imagina o que é para uma mãe acordar com a notícia que o filho está preso, tem alguns anos que meu filho vem pedindo a revisão desta pensão", declarou.

Segundo Pepita, um acordo feito entre o ator e a mãe de seu filho Fabiana Neves, foi cumprido em 2010.

"Mas passado algum tempo ela entrou com um pedido solicitando um aumento de um cálculo feito em cima de não sei quantos salários mínimos", afirmou Pepita. "Meu filho não tem esse dinheiro, ele está desempregado. Se eu tivesse pagava para ele, mas não tenho de onde tirar também estou sem trabalhar", desabafou.

A Justiça decidiu em 2010 que o ator teria que depositar mensalmente um valor de R$ 2.200 e ainda teria que custear os gastos com plano de saúde, escola, vacinas e medicamentos.

Ator deve ser encaminhando para Bangu

O delegado do caso fez um comunicado sobre a prisão do ator.

Segundo a informação de Antônio Ricardo Lima Nunes, o ator ainda se encontra na delegacia da Rocinha onde está cumprindo formalmente o mandado de prisão. Mas ainda hoje o ator deverá ser encaminhado para o sistema prisional de Bangu.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo