A internet amanheceu em polvorosa nesta segunda-feira, dia 28 de agosto. O canal do cantor Pabllo Vittar, no YouTube, foi hackeado e um de seus clipes com o maior número de visualizações foi excluído pelo invasor, que ainda trocou a foto de perfil do canal por uma imagem do deputado Jair Bolsonaro-PSC sem camisa. O caso logo ganhou repercussão e em pouco tempo a hashtag #todoscomPablloVittar já era um dos assuntos mais comentados do Brasil no Twitter. Diversas celebridades de diversos meios de comunicação, inclusive da internet, se solidarizaram com o cantor.

Até o momento, ainda não se sabe e nem se tem nenhuma pista sobre a identidade do hacker, a única coisa que se sabe, pela foto de perfil deixada, é que se trata de um provável apoiador do deputado Jair Bolsonaro. Além disso, o invasor também excluiu um dos vídeos mais populares do cantor, o clipe da música 'KO', que até a exclusão já possuía mais de 120 milhões de visualizações. Segundo o site de notícias 'G1', esse não foi o único estrago feito no perfil do cantor mineiro. Alguns outros vídeos foram adicionados e outros tiveram o áudio modificado, alguns inclusive com conteúdos relacionados e pedofilia.

Dos clipes oficiais, apenas "Nega" e "Open Bar" foram mantidos pelo(s) invasor(es).

Em seu perfil oficial no Twitter, o youtuber Felipe Neto postou uma mensagem dizendo que o hacker que invadiu o canal de Pabllo Vittar disse que os próximos canais a serem invadidos serão o dele e o da cantora Anitta.

Pablo Vittar

O cantor Pabllo Vittar apareceu pela primeira vez na mídia em um TV local, no ano de 2014 interpretando um cover. Em 2015, no entanto, foi que o cantor começou a ganhar mais visibilidade ao postar uma paródia da música "Lean On", intitulada "Open Bar" em seu canal no Youtube.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Tecnologia

A partir daí, a drag queen começou a angariar um imenso número de seguidores. Em 2016, Pabllo ficou num hiato e não lançou nenhum trabalho relevante, voltando a ficar em evidência na mídia em 2017, onde lançou as músicas "Nêga", "Todo Dia", "KO" e "Corpo Sensual".

ATUALIZAÇÃO: por volta das 13:55, o videoclipe "KO" voltou a estar disponível no canal oficial de Pabllo Vittar. Não trata-se de uma re-postagem, já que o vídeo continua com as 133 milhões de visualizações que tinha antes de ser excluído.

A imagem do deputado Jair Bolsonaro, no entanto, continua como a foto de perfil do canal. Todos os outros vídeos que haviam sido modificados foram normalizados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo