A família de Daniel Alves está completamente entristecida, pois foram surpreendidos com a triste notícia envolvendo Narlúcia Capistana, que morreu afogada em um rio situado na região de Salitre, zona rural de Juazeiro, onde o jogador nasceu e passou toda a sua infância.

A tia do lateral direito do Paris Saint-Germain e também da seleção brasileira faleceu nesta sexta-feira, o acidente ocorreu no Rio Salitre, afluente do São Francisco, em Juazeiro, norte da Bahia.

As informações foram repassadas pela Polícia Civil das localidades e confirmadas por seus familiares, que descreveram estar completamente abalados com o acontecido envolvendo um de seus familiares.

Como narra os policiais locais, a tia de Daniel Alves, identificada como Marlúcia Francisca Ribeiro Capitana, de 46 anos de idade, saiu logo cedo para cuidar da plantação de banana que fica na fazenda Mulungu, bem próximo ao povoado.

A família estranhou sua demora e decidiram ir procurá-la. Logo após localizarem o corpo, o mesmo foi rapidamente levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade. “Seus familiares acreditam que ela tenha passado mal e por isso acabou caindo no rio. O corpo da jovem mulher já foi periciado e estava aguardando seus parentes”, informou Lígia Nunes, delegada da 17° Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Juazeiro).

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos Futebol

A delegada também conta que pessoas íntimas da família informaram que ela foi vítima de um acidente vascular cerebral há cerca de dois anos e que já estava muito comovida com a morte de um primo, que ocorreu na noite de quinta-feira, no mesmo povoado. Seu primo tinha 42 anos e foi cruelmente assassinado a tiros. Conforme a delegada explica, ninguém foi detido pelo crime.

A mãe do talentoso jogador e também irmã da vítima, passou muito mal ao receber a triste notícia, precisando ser rapidamente encaminhada para um hospital localizado em Juazeiro.

Ney Alves, irmão do jogador contou que sua mãe não se conforma com a morte da irmã. “Minha mãe passou muito mal, pois a notícia foi um grande choque para todos nós. Ela não se sentiu bem, mas agora já está medicada e tranquila. Fomos para o hospital e depois a levei para a casa. A pressão arterial dela não estava muito legal”, diz ele.

Ney Alves também detalha o que poderia ter ocorrido com sua tia.

“Certamente ela saiu de casa sozinha para ajeitar uma ‘coisa de bomba’ para o seu marido, se desequilibrou e caiu no rio, ele é muito fundo”, afirmou Ney.

O corpo foi encontrado boiando no dreno do Rio Salitre, bem próximo à localidade onde ela morava. O jogador Daniel Alves soube imediatamente do acontecido, porém não conseguiu vir para o Brasil, como relata seu irmão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo