A sétima temporada de The Walking Dead foi a que mais sofreu decadência na opinião da maioria dos fãs e da crítica em geral. O ponto forte da sétima temporada foi a introdução do, até então, vilão mais temido Negan, que em sua primeira aparição levou para morte dois personagens principais da série.

Por outro lado, a sétima temporada pecou na cronologia, deixando alguns episódios inteiros exclusivos para personagens secundários e introduções de comunidades.

Ficando cada vez mais difícil ver o grupo dos sobreviventes de Alexandria completo. Além da forma de exibição dos episódios que não agradou a maioria dos fãs da série, o que também desagradou foi o CGI. Durante uma cena entre Rick e Michonne na última temporada, aparece um cervo nesse episódio que para o nível da série ficou de baixa qualidade. Principalmente por ser extremamente perceptível que se trata de computação gráfica.

O ator Norman Reedus, que faz o personagem Daryl Dixon, também não gostou muito da sétima temporada. Durante uma entrevista para o CNet, ele disse que a próxima temporada que chegará em outubro será um "retorno às origens".

"A nova temporada é semelhante com a do começo em 2010. Eu não gostei de gravar a sétima temporada. Não estive com ninguém. Fique pelado e comendo comida de animal. Não foi legal.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Seriados

Essa nova temporada é muito melhor", disse Norman durante a entrevista.

O ator Norman Reedus está mostrando entusiasmo pela nova temporada. É válido depois de todo o sofrimento que seu personagem, Daryl Dixon, sofreu na sétima temporada, que foi considerada obscura pela introdução do vilão interpretado por Jeffrey Dean Morgan, Negan. Ele chegou espalhando o caos por toda a história, afetando todos os personagens como nunca tinha acontecido antes.

"Vou dizer a verdade, foi muito mau. Detestei fazer tudo isso", disse Jeffrey em relação ao primeiro episódio da sétima temporada, no qual o seu personagem matou a pauladas os personagens de Steven Yeun e Michael Cudlitz, que interpretavam Glenn Rhee e Abraham Ford, respectivamente. O episódio, que foi intitulado originalmente como "The Day Will Come When You Won't Be", que trazendo para o português fica "Chegará o Dia em que Você não Estará", foi o segundo de mais audiência da série.

Perde apenas para a estreia da quinta temporada com o episódio "No Sanctuary", que bateu a marca de 17,3 milhões de espectadores nos Estados Unidos, enquanto o da sétima foi de 17,03 milhões, uma diferença de 297 mil espectadores.

A oitava temporada de The Walking Dead chega no dia 22 de outubro.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo