O último episódio da sétima temporada de Game of Thrones, da HBO, a mais curta até agora, confirmou várias teorias de fãs, e a série está começando a se tornar previsível. Tudo começa na negociação de armistício, onde Daenerys e Jon tentam convencer Cersei a fazer uma pausa na guerra e também ajudá-los a derrotar o Rei da Noite. Para entender todas as referências, segue um texto detalhado.

Muitos personagens se reúnem pela primeira vez em muito tempo, como Cão de Caça e Brienne e Tyrion e Podrick.

No Fosso dos Dragões

Cão de Caça confronta seu irmão Montanha, mas ele não responde. Todos ficam no aguardo de Daenerys, que chega montada em Drogon, que depois deixa o local com seu irmão Rhaegal, o dragão verde. Após todos se sentarem, Euron Greyjoy confronta Theon, dizendo-o que se não se ajoelhasse, mataria sua irmã. Mas Cersei o faz sentar-se para que possam começar a discussão.

Tyrion começa a discursar e é seguido por Jon Snow, que fala sobre a ameaça para lá da muralha.

Então, Cão de Caça vai buscar o soldado que Cersei duvida que exista. O zumbi tenta atacar Cersei, mas o Cão o parte em dois e Jon Snow demonstra que só podem morrer se perfurados por vidro-de-dragão ou fogo. Qyburn se interessa bastante pelo soldado.

Euron afirma que vai para o mar e esperar que o inverno acabe. Assim, ele seria um dos únicos sobreviventes. Euro, então, vai embora. Cersei concorda que são os verdadeiros inimigos, mas, para ajudar, exige que Jon Snow prometa não marchar contra ela.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Seriados Game Of Thrones

Porém, Jon afirma que já tinha jurado lealdade a Daenerys. Cersei diz que eles podem se divertir com os mortos e deixa o local. Todos observam Jon e Tyrion pergunta se ele poderia mentir só uma vez. Daenerys afirma que perdeu um dragão para nada. Jon sente-se culpado.

Tyrion decide arriscar-se e conversar com sua irmã para tentar reverter a situação. Se segue uma conversa muito tensa entre os dois, e por pouco Cersei não ordena que Montanha o mate.

Cersei o acusa de ter causado a morte de Myrcella e Tommen e, além disso, diz que ao matar Tywin, ele tinha deixado os Lannisters expostos. Tyrion descobre que Cersei está grávida.

Em uma conversa com Daenerys, Jon afirma que a bruxa que tinha dito que Daenerys não podia mais ter filhos talvez não fosse uma pessoa confiável. Tyrion volta e atrás dele vem a rainha, que aceita o armistício e diz que vai ajudá-los a lidar com o verdadeiro inimigo, o Rei da Noite, mesmo sem a garantia de nenhum dos dois.

Jon "perdoa o que pode ser perdoado" acerca das numerosas falhas e traições de Theon, que está preocupado com sua irmã. Então, Jon afirma que não é necessário escolher entre Greyjoy e Stark, ele poderia ser os dois. Na verdade, Jon também é Targaryen e Stark, só não sabe disso ainda.

Theon fala a seus homens que iria resgatar Yara, sua irmã, mas o capitão Harrag diz que não iria obedecê-lo, cospe na sua cara e começam uma briga.

Harrag derruba Theon duas ou três vezes e o ameaça, mas Theon se levanta em todas. Harrag se cansa e Theon começa a revidar. Termina por deixá-lo no chão, vencendo a luta e ressurgindo como um verdadeiro homem das Ilhas de Ferro. Então, seus homens se mobilizam para confrontar Euron e resgatar Yara.

Em Winterfell

Sansa conversa com Mindinho, que a convence de que Arya queria matá-la para se tornar Lady de Winterfell. Após isso, ela convoca Arya para uma audiência, aparentemente para julgá-la. Começa fazendo acusações de assassinato e traição, mas as direciona a um surpreso Petyr Baelish, que inicialmente não entende.

Com Bran, o Corvo-de-Três-Olhos, ao seu lado, Sansa o acusa de assassinar Lysa Arryn, sua esposa na época. Graças a esse assassinato, ele herdou o título de Lorde, que era dela. Ainda o acusa de ter assassinado o marido anterior dela, Jon Arryn, que era Mão do Rei Robert.

Por causa desse assassinato que Ned Stark foi a Porto Real, sendo a raiz de toda a queda dos Starks. Mindinho também é o culpado pelo conflito entre Starks e Lannisters e pela morte de Eddard (Ned) Stark. Por último, a faca que foi usada na tentativa de assassinato de Bran era de Mindinho, que na época acusou Tyrion. Todas essas acusações são referências à primeira temporada da série e muitos não entenderam todas elas.

Vendo-se sem saída, Mindinho começa a implorar a Sansa, que ainda o acusa de tê-la vendido aos Boltons, fazendo-a se casar com Ramsay, que torturava Theon. Sansa afirma que demora a aprender, mas aprende. Petyr ainda ordena a seus servos que o levem de volta para Vale, mas ninguém o obedece. Então, ele se ajoelha e começa a implorar chorando. Usando a adaga de aço valiriano, Arya corta a garganta de Petyr, que sangra até a morte.

Samwell Tarly chega a Winterfell e fala com Bran. Nessa conversa, Bran descobre que na verdade Lyanna não tinha sido raptada e estuprada por Rhaegar Targaryen, mas que eles se amavam e casaram-se legalmente, tornando Jon o herdeiro legítimo do Trono de Ferro. Tudo estava escrito no diário do Alto Septão, que celebrara o casamento.

Bran consegue assistir ao casamento usando seu poder. Enquanto conversam, Jon e Daenerys consumam seu amor no navio que os está levando para o norte. O verdadeiro nome de Jon, dado por Lyanna, é Aegon Targaryen. Sansa e Arya conversam sobre a saudade que sentem do pai.

Na Fortaleza Vermelha

Cersei chama Jaime de estúpido por estar organizando uma expedição para o Norte, apesar de ter sido o acordado na reunião. Jaime tenta argumentar e afirma que prometeu ajudar Jon e Daenerys. Cersei também afirma que não viu o terceiro dragão. Pretende acionar a Companhia Dourada, exército de mercenários de Essos que seria trazido por Euron, sendo esse o verdadeiro motivo dele ter saído na reunião.

Jaime fica contrariado e sai, mas dá de cara com Montanha. Ele pergunta se Cersei realmente pretende matá-lo, e Montanha chega a desembainhar a espada. "Eu não acredito em você", diz Jaime ao sair. Em seu cavalo, ele vê que a neve começa a cair em Porto Real. De fato, nessa cena Jaime está abandonando Cersei.

Na Muralha

Na última cena da temporada, o Rei da Noite, montado em Vyserion, faz o dragão cuspir um fogo azulado na Muralha. Tormund e Berric tentam salvar os homens, mas tudo desaba e não fica claro se eles morreram. Toda a Muralha na altura de Atalaialeste do Mar é destruída, e o exército passa pela primeira vez para o Sul da Muralha. A situação não tem precedentes por pelo menos 9 mil anos, que é a idade da Muralha.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo