Neste último domingo, 27, a cantora Anitta se apresentou no Festival de Inverno Bahia 2017. Com roupa ousada e de bumbum à mostra, a funkeira enfrentou um frio de 15 graus em Vitória da Conquista, região sudeste da Bahia, e cantou os seus principais sucessos, incluindo Sua Cara”, feita com a parceria de Pabllo Vittar. Após o show, a artista deu entrevista e falou sobre o seu interesse em se preocupar com o futuro do Brasil, principalmente com relação aos jovens do País.

“Eu me importo com coisa que realmente vai mudar o futuro do nosso país”, disse a funkeira, citando o futuro da vida dos brasileiros.

Ela se referiu à polêmica da trança, na qual surgiram críticas acerca das que ela pôs no cabelo para aparecer em um clipe de música, no Vidigal, Rio de Janeiro. Algumas pessoas a acusaram de se apropriar de determinada cultura. Apesar das críticas, Anitta disse que não se importa e nem é contra que as pessoas façam críticas construtivas para ela. A cantora disse que “uma trança é só uma trança”.

Enquanto dizia que está interessada no futuro do Brasil, Anitta revelou que nem por isso vai deixar de rebolar a própria bunda: “Vocês achavam que eu não ia rebolar o meu bumbum não?”, contou a funkeira, em tom de brincadeira, após ter saído de um show cansativo na Bahia – ao seu lado estavam os dançarinos e dançarinas de sua banda.

A cantora parou em um momento no palco para falar com os seus fãs que estavam acompanhando o seu show, mesmo debaixo de muito frio. E ela disse que estava muito feliz em ver que as pessoas saíram de suas casas naquela situação para vê-la e, por isso, não perderia a oportunidade de rebolar o bumbum para esquentar a noite.

Com relação ao clipe da música na qual Anitta aparece de trança – o mesmo que gerou muito alvoroço nas pessoas mais ‘xiitas’, a funkeira explicou que jamais teve má intenção na elaboração do vídeo e da música. De acordo com ela, antes de colocar a música na prática, ela considerou o fato de ser importante ‘misturar’ alguns hits e fazer um som bacana que tratasse das histórias que aconteceram e acontecem nos bailes funks e nas favelas, como também em outras localidades mais humildes.

Atualmente, o vídeo que apresenta ela e Pabllo Vittar já chegou a milhões de acessos no Youtube e também é uma das músicas mais tocadas nas emissoras de rádio do país. Anitta credita o sucesso às parcerias que tem e aos seus fãs que estão sempre a apoiando, principalmente nas redes sociais onde é muito seguida.

Siga a página Anitta
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!