Durante uma nova entrevista realizada pelo “Pânico no Rádio”, nesta terça-feira (15), o ex-BBB Marcos Harter fez novas revelações a respeito de sua participação no reality, e falou sobre o seu relacionamento com Emilly Araújo durante o confinamento.

Marcos, questionado sobre seu relacionamento com Emilly, não descartou a possibilidade de voltar a falar com a gaúcha, e disse que as pessoas saíram machucadas do reality, mas que garante que tudo que ele viveu com ela dentro do confinamento, era real da parte dele, e que ele acreditava que da parte dela também era real.

Ele afirmou que apesar das brigas e discussões que eles viveram, prefere lembrar-se apenas das coisas boas. E afirmou que é normal, todo relacionamento ter um fim.

Marcos fala sobre expulsão do ‘BBB17’

Marcos foi expulso da casa mais vigiada do Brasil, após suspeita de agressão física contra a campeã do ‘BBB17’. A expulsão ocorreu bem no finalzinho do reality, e causou um grande impacto na mídia, e dividiu opiniões.

Questionado sobre o que o motivou a cometer tal situação, Marcos disse que estava estressado no Big Brother Brasil, e que acabou “escorregando”, perdeu a cabeça e alegou que isso é algo “normal” de acontecer com qualquer pessoa que estava vivendo aquela situação. Ele destacou ainda que no confinamento, passava fome, e estresse, e que ainda tinha uma “pessoa que vivia infernizando sua vida”. Essa pessoa, ele se referia a Emilly, que viveu um relacionamento conturbado com ele no reality.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Famosos BBB Big Brother Brasil

O cirurgião afirmou que a Rede Globo repercutiu de forma exagerada a situação, e assegurou que ele apenas a pegou no braço, mas eu não havia apertado. Disse ainda que o roxo do braço da sister pode ter sido provocado por provas que eles faziam dentro do ‘BBB17’, que segundo ele, eram provas constantes.

Marcos disse que não concordou em não ter tido um direito de resposta, e alegou que faltou transparência diante dos fatos.

Ele chegou a afirmar que as pessoas deveriam ter prestado atenção no contexto no qual se deu agressão. Sendo que, segundo ele, as pessoas ficaram incomodadas com a quantidade de brigas que eles tinham durante o confinamento, e esqueceram de observar os motivos das discussões.

No dia da agressão, ele disse que por ter sido um final de festa, e a cena ter sido tão intensa, as pessoas ignoraram o que levou a chegar a tal situação.

O motivo da briga do casal naquele momento foi ocasionado por ciúmes de Emilly a ex-BBB Vivian Amorim, que após Marcos ter dito que torcia para que os três estivessem na final, a gaúcha teve um “surto de ciúmes”, e gerou a discussão.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo