O público tem acompanhado o problema pessoal que vem passando o canto Victor Chaves, e que envolve sua ex-esposa, a empresária Poliana Bagatini, que há poucos dias deu à luz o segundo filho dos dois.

Após acusação de agressão que levou o famoso a dar esclarecimentos em uma delegacia de polícia, o casamento não resistiu, e veio a separação. Poliana Bagatini estava grávida e no dia 01 de agosto, nasceu João Luiz.

Mas, segundo uma publicação do jornal “Extra” a respeito do assunto, a relação dos dois continua conflituosa.

Victor teria exigido que Poliana apagasse todos os seus perfis em redes sociais. Isso teria ocorrido após ela ter publicado uma foto sua com a filha mais velha dos dois.

“Victor não gostou nada daquela exposição, e Poliana foi obrigada a apagar seus perfis outra vez., contou uma fonte ligada à família.

Até a mãe de Poliana precisou fazer alterações nas contas. De acordo com a publicação, a ex-sogra do cantor não foi obrigada a excluir perfis, mas teve que bloqueá-los totalmente.

Um familiar da empresária contou que ela mudou-se de Belo Horizonte e comprou uma nova casa em Campinas, interior de São Paulo.

A revelação foi feita por um primo que não quer ser identificado. Ainda segundo ele, o assunto da separação do casal é quase proíbido dentro da família.

Já a assessoria da dupla Victor e Leo mantém a postura de não se pronunciar sobre o caso e também não quis comentar mais esse fato.

Durante show da dupla em São Paulo, o anúncio oficial de separação foi feito pelo irmão Leo, que brincou ao chamar Victor de “solteirão”, mas os rumores e sinais de sua separação já eram visíveis desde a época da exposição da briga do casal na mídia, pois Victor já estaria se apresentando sem aliança, e não estaria mais sendo visto junto de Poliana.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos

Victor chegou a ser indiciado por “vias de fato”, ao ser acusado de agredir Poliana com chutes, mesmo ela estando grávida, mas ele se declara inocente, disse que jamais teve a intenção de machucar ninguém, muito menos Poliana. Ele também disse que o tempo irá provar sua inocência e que ele nunca em sua vida agrediu fisicamente qualquer pessoa.

Ele também afirmou que se sentia vitorioso com relação a esse processo, pois caso ele perdesse estaria errado, já que, segundo ele, nunca houve agressão, e que ele aguardou o prazo de um mês para se pronunciar sobre o caso, na época, pois se ele dissesse que aquilo não procedia, pareceria que ele estava se defendendo e que não era isso que ele queria, mas sim esclarecer os fatos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo