Em transmissões ao vivo tudo pode acontecer. Uma falha no sinal, na imagem, o microfone que não está ligado e assim por diante.

Mas os diretores e espectadores da Rede Globo, acostumados às transmissões ao vivo e perfeitas, se surpreenderam com o fato que aconteceu com a repórter Carolina Cimenti.

Veja o vídeo:

A transmissão era sobre o boletim do furacão Irma, previsto naquele momento a passar por Miami.

A forte ventania já se fazia presente quando, de repente, a repórter foi então avisada pela âncora Cecília Flesch de que a calça impermeável que estava usando havia rasgado.

Os espectadores expressaram nas redes sociais a sua preocupação com a segurança da repórter.

Veja alguns dos comentários que foram postados:

No entanto, a jornalista Cecília Flesch tranquilizou ao explicar que a repórter está em local seguro.

Há dois dias atrás (8), a repórter Carol Cimenti postou no seu Twitter que a população já estava fazendo os preparativos para sair de Miami. As vagas de estacionamento de uma loja de departamentos estava praticamente tomada.

O próprio apresentador e dono do SBT, Silvio Santos, conforme aqui noticiamos, com medo, tomou a decisão de sair da Flórida, onde tem residência.

Gestante faz o próprio parto guiada pelo telefone

Segundo o site Veja.com, na madrugada deste domingo uma mulher precisou realizar um parto em sua casa, na cidade de Miami.

Ela havia ligado para o pronto-socorro às 3h23 da madrugada deste domingo para pedir ajuda. Como não conseguiu o resgate, às 5h35 ela ligou novamente e recebeu de médico e paramédicos o auxílio nos procedimentos necessários para fazer o parto.

Ela deu à luz uma menina. Assim que possível, a equipe médica foi até o local e constatou que ela nasceu saudável.

O prefeito de Miami Tomás Regalado disse à imprensa: ''Das 41 ligações pedindo resgate, só conseguimos responder a três.'' E prosseguiu: ''A mãe foi guiada pelo telefone para fazer o parto. Agora tivemos uma janela, e as equipes transportaram as duas para o hospital. Ela está bem, mas acho que não vai se chamar Irma'', ironizou.

Números da catástrofe

Neste domingo, o furacão Irma deixou 3 mortes ao chegar a Flórida, confirmou em entrevista coletiva o governador Rick Scott.

Segundo um especialista norte-americano, o Furacão Irma vai devastar os Estados Unidos

  • 1,4 milhão de pessoas ficaram sem luz em razão do furacão.
  • Ao todo, 6,3 milhões de pessoas - cerca de 1/3 da população do estado da Flórida - foram orientadas a evacuar a cidade.
  • Engarrafamentos de centenas de quilômetros nas estradas.
  • Superlotação em abrigos.
  • O furacão Irma já atingiu a categoria 5 (ventos de mais de 252 km/h).

Tudo esta sendo feito para que as pessoas fiquem bem longe do olho do furacão, que ainda não tem prazo para acabar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo