Nesta segunda-feira (18), a internet foi tomada pela notícia que o juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho aprovou a liminar que permite o tratamento da homossexualidade. Inspirado nos pensamentos de que homossexualismo é uma doença, o juiz declarou que psicólogos podem fazer a ‘Cura gay’.

Famosos que são homossexuais e heterossexuais usaram suas redes sociais para expressar sua opinião e insatisfação com o retrocesso que o juiz está propondo.

Famosos se expressam nas redes sociais

A cantora Preta Gil, filha de Gilberto Gil, assumida bissexual, postou em seu Instagram que estão buscando a cura para o amor e o que tem que ser curado é o preconceito.

Citou os amigos Fernanda Gentil e Paulo Gustavo, perguntando se eles também estavam doentes como ela.

O ator e humorista Paulo Gustavo pediu ajuda de Preta Gil e Fernanda, perguntando se elas tinham encontrado o remédio que Thales, seu marido, estava atrás da receita. A apresentadora do “Globo Esporte”, Fernanda Gentil, por sua vez, entrou na polêmica e encenou que estava doente em uma foto, cheia de comprimidos a sua volta e com um termômetro na boca pedindo ajuda a Paulo Gustavo.

A cantora Daniela Mercury brincou que sua esposa, Malu, disse que não trabalhará pelo resto da vida, pois está muito doente.

Depois exigiu respeito e revelou que os homossexuais são doentes sim, mas é de amor e felicidade.

A atriz revelação Carol Duarte, que faz Ivan na novela “A Força do Querer”, que está lutando exatamente contra este tipo de preconceito na novela, postou uma foto com lama no rosto em seu Instagram dizendo que a lama fazia parte da ‘cura gay’, para todos passarem e compartilhar a imagem: “se não funcionar você fica com a pele ótima, bicha”.

As atrizes Camila Pitanga e Deborah Secco também se manifestaram contra o tratamento do homossexualismo.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
LGBT

A atriz Deborah Secco achou que os tempos estão muito estranhos, pois o juiz está tratando como doença uma forma de amor e pediu mais afeto. Já Camila repetiu várias vezes durante o seu dia que "Homofobia é doença", compartilhando a hashtag dos internautas.

Internautas zombam da decisão do juiz

Mas não foram apenas os famosos que compartilharam e tuitaram sobre o assunto. As hashtag em alta era #homofobiaedoenca e #homossexualismoNAOedoenca foram usadas para expor suas opiniões, fazer críticas e até mesmo brincadeiras.

Alguns internautas perguntam: 'se eu me sentir um pouco gay de manhã, posso por atestado’', '‘posso me aposentar por homossexualismo agudo’', '‘estou gay por 41 anos, não existe mais cura’'.

Brincadeiras a parte, o CFP (Conselho Federal de Psicologia) continua a luta contra esta liminar e diz que discorda desta decisão, que é totalmente contra a ética e os Direitos Humanos. O deputado Jean Wyllis também já manifestou sua indignação e revelou que se unirá ao CFP para derrubar esta liminar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo