Considerado um dos maiores paranormais da atualidade, Carlinhos vidente ganhou fama após repercussões do cumprimento de varias fatalidades previstas por ele anteriormente. Essa fama repentina surgiu principalmente após concretização das previsões sobre a Copa do Mundo de Futebol de 2014, que foram feitas em um canal de TV.

Do mesmo modo, ele fez a previsão da queda do avião do time da Chapecoense, além de do terremoto que aconteceu no Chile. Todas essas previsões ganharam repercussão mundial, sendo que de um total de 55, somente cinco delas não se cumpriram.

No momento, o paranormal mora na cidade de Londrina, no estado do Paraná. Ele disse que já passou muita dificuldade com falta de comida. Assim sendo, faz trabalhos voluntários de obra social para ajudar pessoas com donativos.

A espiritualista esteve cumprindo a agenda na semana entre os dias 14 e 16 deste mês de setembro na cidade de Porto Velho, em Rondônia. Durante a visita nas Terras de Rondon, o paranormal concedeu uma entrevista ao jornalista Marcelo Bennesby, quando fez algumas previsões muito interessantes sobre o cenário político atual.

Ele, inclusive, abordou o envolvimento de políticos de estado de Rondônia na Operação Lava Jato, além da possível sucessão do governo do Estado. Nesse sentido, Carlinhos citou que “raposas velhas” de Rondônia cairão na Lava Jato e deixarão o poder. O vidente disse que três pessoas de renome terão seus nomes incluídos nessa operação, levando junto outras pessoas. O paranormal denominou essas pessoas de coadjuvantes para os tribunais. Ele explicou que um político já não está mais na ativa, mas os outros dois sim.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Famosos Lava Jato

Na entrevista, a respeito das usinas hidrelétricas em Rondônia, Carlinhos afirmou dizendo que foi um ganho, devido à geração de empregos. No entanto, alertou sobre a necessidade de fiscalizar o projeto. Nesse contexto, previu que no máximo em dois anos haverá uma grande tragédia, caso a Justiça estadual não dê a devida importância a essa questão.

Assim sendo, é necessário observar o aumento do volume de águas das chuvas. Se não, é certo que haverá um rompimento de barreiras semelhantes às ocorridas no estado de Minas Gerais e morrerá muita gente, afirmou o vidente.

Carlinhos ainda disse que o governo atual de Rondônia não se reelegerá pelos motivos de envolvimento na Operação Lava Jato e que a linha de sucessão ao Palácio Rio Madeira poderá ser de um político atual.

Sobre a crise econômica no Brasil, ele prevê que de cada dez comércios, sete fecharão as portas. As grandes empresas com 200 empregados ficarão somente com 50 no quadro funcional.

Disse lamentar o que está por vir, afirmando que haverá mudanças só no futuro governo. Enfatizou ainda ser de suma importância que os eleitores saibam votar nas pessoas corretas para não se arrependerem.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo