Não tem como falar da internet sem citar as webcelebridades do YouTube, mais conhecidos também como youtubers, que ultimamente vêm trazendo a maior parte do público infanto-juvenil para dentro da tela dos smartphones e computadores, dando literalmente uma rasteira na audiência da TV.

Alguns youtubers famosos no Brasil, como Christian Figueiredo e Kéfera, fizeram sucesso lançando livros e filmes, chegando a atingir números exorbitantes de vendas.

Dessa vez ,foi Felipe Neto. No domingo (3), foi anunciado por um dos maiores canais do YouTube um recorde inédito na história do Brasil.

Felipe quebrou o recorde nacional de pré-venda do seu novo livro intitulado: "Felipe Neto: A Trajetória de Um dos Maiores Youtubers do Brasil", vendendo cerca de 25 mil exemplares apenas na pré-venda, segundo ele. Em outras palavras, foi o livro brasileiro mais vendido antes de ser lançado nas livrarias.

A publicação, além de contar um pouco de sua trajetória, têm a participação da família Neto em diversos pôsteres, incluindo cruzadinhas, textos exclusivos escritos pelo próprio autor, entre muitos outros materiais. A família Neto nada mais é do que seus colegas de trabalho como o Bruno Correa, Luccas Neto (irmão do Felipe), Bruna (namorada do Felipe) e Thayene (namorada do Luccas).

O livro já está disponível em todas as livrarias do Brasil.

Felipe diz estar vivendo uma das melhores fases de seu canal. Em alguns de seus vídeos afirmou que "só quer promover a paz, o amor e a felicidade em produzir conteúdo para a internet, sem querer disseminar raiva ou ódio".

Turnê de lançamento do novo livro

Felipe fará uma breve turnê nas cidades onde o livro será lançado, inclusive, já confirmou presença em algumas.

Acompanhe o vídeo em que o próprio Felipe Neto postou em seu canal anunciando todas as cidades que estarão presentes na sua turnê (a partir do minuto 11:55):

Sobre o Felipe Neto

Felipe Neto é um jovem rapaz nascido numa família humilde do Rio de Janeiro que ficou nacionalmente conhecido por seus vídeos fazendo críticas a comportamentos e modismos com o projeto "Não Faz Sentido", lançado em abril de 2010, sendo um dos percursores desse formato de vídeo no YouTube Brasil.

Foi responsável por trazer a primeira network brasileira voltada a produção de conteúdo no YouTube, a ParaMaker, atuando também como CEO da Parafernalha, empresa que integra o Grupo ParaMaker, que mais tarde foi vendida para a multinacional francesa Webedia, em setembro de 2015.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo