A sétima temporada de Game of Thrones, série da HBO, terminou de um jeito que muitos fãs esperavam (apesar de nem todo mundo aprovar): Daenerys Targaryen e Jon Snow, tia e sobrinho, são agora um casal. E eles ainda não fazem ideia de seu grau de parentesco, o que promete ser uma revelação importante na oitava temporada.

No entanto, muita gente está se perguntando se será possível que Daenerys tenha um filho, nascido vivo, o que contraria a profecia da bruxa Mirri Maz Duur, proferida ainda na primeira temporada. E se isso acontecer, que rumos a sucessão do trono pode tomar?

Publicidade
Publicidade

Daenerys grávida: é possível?

Daenerys deixou claro na última temporada que acredita que não pode ter filhos. A bruxa Mirri Maz Duur declarou, ainda na primeira temporada, que Khal Drogo só voltaria à vida "Quando o sol nascer a oeste e se pôr no leste.Quando os mares secarem e as montanhas forem sopradas pelo vento como folhas.Quando o seu ventre estiver pronto a ganhar vida e der à luz um filho vivo". O tom irônico da declaração da bruxa deixava claro que Drogo não voltaria mais a ser o que era.

Publicidade

E a partir daí Daenerys passou a acreditar que não poderia mais dar à luz a uma criança.

No entanto, alguns fãs dos livros e da série têm se dedicado a analisar de maneira minuciosa a profecia. E talvez as respostas estejam mais claras na literatura do que na TV, pelo menos por enquanto. Por exemplo: se considerarmos "o sol que nasce no oeste", podemos alegar que isso faz alusão à viagem Quentyn Martell de Dorne (oeste), a Meereen (leste), já que a insígnia de Martell é um sol atravessado por uma lança.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Game Of Thrones

Para os livros, isso funciona como tese. Já na série, em que o personagem não aparece, a ideia seria de que Jon, filho de Rhaegar Targaryen, seria o sol nascido no oeste e agora, ao se juntar com Dany, ele seguiu para o leste.

Já no caso dos "mares secando", se considerarmos as grandes pastagens do mar Dothraki, vários momentos nos livros já apontam que realmente estão diminuindo em volume. A série, no entanto, já ultrapassou essa parte e não tocou no assunto.

Mas o fato de que os Dothraki atravessaram o mar junto à Daenerys, o que era impensável antes, é o que pode simbolizar que o "mar secou".

Já com relação às montanhas, "sopradas pelo vento como folhas", podemos citar o fato de que a muralha foi derrubada com facilidade pelo Rei da Noite, com a ajuda de seu dragão.

Então, se olharmos por esse lado, a profecia já se cumpriu de alguma forma, e talvez o ventre de Daenerys esteja pronto para gerar um filho vivo.

Publicidade

E há ainda a possibilidade de que simplesmente Mirri Maz Duur, irritada com Daenerys naquele momento, tenha dito tudo aquilo sem que necessariamente fosse verdade. Até porque, na série, ela não fala nada especificamente a respeito da fertilidade da rainha. Confira no vídeo abaixo, a partir do minuto 1:00 [em inglês]:

A conversa com Tyrion

Em conversa com Jon Snow, Daenerys diz acreditar que não poderá ter filhos, o que ele rapidamente refuta, alegando que algumas coisas parecem impossíveis, mas não são.

Publicidade

Outro ponto que precisa ser levado em consideração é o fato de que Tyrion Lannister conversou com sua rainha no sexto episódio da sétima temporada, a respeito de sua sucessão. Ele insiste que eles precisam conversar sobre isso, e que ela não pode colocar a si mesma no campo de batalha, pois não há ninguém que possa sucedê-la no trono. A conversa não pode ser considerada algo aleatório. Provavelmente é uma maneira de deixar o espectador cogitando a ideia e pensando no fato.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo