Em um momento onde o estopim da intolerância sexual voltou a ser aceso, a cantora Pabllo Vittar resolveu se pronunciar contra a candidatura do deputado Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ) à presidência da república em 2018.

O pré-candidato que aparece em segundo lugar (atrás de Lula) nas pesquisas de intenção de voto, é conhecido por um discurso muito polêmico em relação às minorias, por isso, alguns grupos temem que ele realmente seja eleito e possa causar mudanças para pior na situação de grupos como o LGBT.

De acordo com o site Bota Pagodão, Pabllo escreveu em seu Twitter uma frase que ameaça finalizar a sua carreira musical no Brasil caso o deputado da direita realmente ganhe nas urnas: "declaro que toda a minha carreira será encerrada no Brasil".

O site ainda afirma que Pabllo tem como objetivo da publicação, boicotar a candidatura do deputado federal.

No facebook, por exemplo, vários internautas condenaram a publicação da drag queen: Jefferson Mello, por exemplo, falou que a cantora pode ter sair do país: "Boa viagem!", escreveu o usuário, afirmando que quer ver o Brasil fora da lama e artistas musicais não dão emprego para o povo.

Darlan Carlutto, outro usuário da rede social afirma que o deputado ainda nem foi eleito presidente e "já está fazendo coisas boas" para o Brasil.

Porém, teve gente que não discordou de Pabllo, Maiara Sousa, por exemplo escreveu: "Vocês defendem um cara que em 26 anos teve só dois projetos aprovados", ela ainda afirma que o deputado do PSC, é um "preconceituoso" que não melhorará a situação do país.

Nas pesquisas de intenção de voto, o ex-presidente Lula (PT) só não lidera onde não concorre. Contra Bolsonaro, o número é de 27% ante 24% do deputado.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Jair Bolsonaro

Marina Silva (REDE) e Ciro Gomes (PDT) empatam com 6% e Alckmin (PSDB) 5%.

Se Lula não concorresse, de acordo com a pesquisa, Bolsonaro ganharia facilmente. O deputado federal teria 26% dos votos ante 12% da ex-senadora Marina Silva, 11% do ex-ministro Ciro Gomes e 7% do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Pabllo Vittar está ganhando fama internacional por conta de uma colaboração feita com o grupo Major Lazer e Anitta. O videoclipe do single "Sua Cara" já ultrapassou os 193 milhões de acessos no YouTube.

Bolsonaro é conhecido por suas declarações polêmicas, em um caso, o deputado afirmou que uma deputada não merecia ser estuprada por ser "feia".

E você, o que acha sobre a opinião de Pabllo Vittar sobre Bolsonaro? Você votaria nele para presidente? Deixe já o seu comentário sobre isso!

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo