Cinco meninos, um sonho. Um grupo de jovens cantores que saíram da cidade de Guarulhos para ganhar o mundo com suas músicas irreverentes. Pronto, não é necessário dar outra dica. O fenômeno em questão é a banda Mamonas Assassinas.

Inesquecíveis pelo jeito único de subir ao palco, Dinho, Júlio, Bento, Samuel e Sérgio conquistaram o Brasil com o carisma e o enorme talento que tinham. E foi em 1995 que o país conheceu esses cinco sonhadores.

Brasília Amarela, Vira-Vira, Robocop Gay, inúmeras são as músicas que marcaram a carreira dos cantores.

Em pouco tempo, alcançaram incontáveis fãs e ganharam disco de ouro, até que a tragédia com o avião tirou a vida dos cinco jovens.

Mesmo tendo frequentado diversos programas de televisão na época - incluindo Faustão e Gugu – havia uma emissora que não "engolia" o grupo. Segundo Rick Bonadio, era a MTV.

Na última segunda-feira, dia 25, João Gordo recebeu o produtor musical do grupo em seu programa, Eletrogordo. Durante a entrevista, Bonadio acabou revelando que o canal tinha uma certa resistência em relação aos jovens.

“A MTV nunca gostou dos Mamonas Assassinas. No ano da escolha da revelação do ano, ganhou o Otto. Ela nunca aceitou”, declarou o produtor, afirmando que o grupo era “bom demais”.

Rick Bonadio é famoso no mundo musical por produzir diversos artistas. Além dos Mamonas Assassinas, já passaram pelo profissional a banda Rouge, sucesso nos anos 2000, Charlie Brown Jr, Los Hermanos com o clássico Ana Júlia, Luiza Possi, entre outros.

Mamonas: queridos até hoje

Em março de 1996, enquanto voltavam de um show em Brasília, o avião em que levava a banda e mais duas pessoas da equipe colidiu contra a serra da Cantareira, em São Paulo, vitimando todos que estavam dentro do jatinho.

O Brasil, então, perdia a banda mais querida do momento. No auge da carreira e com milhões de discos vendidos, o grupo Mamonas Assassinas deixava órfãos seus inúmeros fãs cinco meses após a explosão do primeiro sucesso.

Atualmente, 21 anos após a tragédia, os cantores ainda continuam vivos na memória do povo brasileiro. Prova disso é a série de homenagens que fãs e produtores fazem ao grupo.

Com direção de Cláudio Kahns, o documentário Mamonas para Sempre, lançado em 2009, mostra a trajetória dos cinco amigos, desde a vida simples que levavam em Guarulhos até a fama que os tornaram conhecidos.

Conta, ainda, com depoimentos dos familiares e amigos.

A Rede Globo também contou a história da banda no programa Por Toda Minha Vida, que era apresentado por Fernanda Lima.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo