Whindersson Nunes é, atualmente, o dono do maior canal do YouTube do Brasil. Com mais de 23 milhões de inscritos, seus vídeos são, em sua grande maioria, baseados em experiências que o próprio Whindersson vivenciou e as relata com uma boa dose de humor.

Feitos de forma simples, seus vídeos sempre possuíram o mesmo formato: Whindersson desenvolvendo o seu tema com muito humor na frente da câmera, o que parece agradar seus milhões de seguidores.

Além de seu sucesso nas redes sociais, Whindersson Nunes trabalha profissionalmente como humorista e realiza diversas apresentações em teatros por todo o Brasil e até mesmo internacionalmente com seu show de Stand-Up.

Filme será desenvolvido com base na história de Whindersson Nunes

O humorista, de 22 anos, nunca deixou de lembrar de sua origem humilde em seus vídeos no Youtube. Nascido no Piauí, decidiu aos 15 anos de idade que iria começar a fazer vídeos para o site, porém por algum tempo nunca obteve êxito. Enquanto isso, continuou trabalhando como garçom para ajudar sua família.

Foi então que tudo mudou: em 2012, Whindersson Nunes lançou a paródia: "Alô vó, to reprovado" [Vídeo], que em uma semana alcançou mais de cinco milhões de visualizações, tornando-se viral na internet.

E apesar de alguns contratempos após isso, seu canal sempre continuou crescendo. Hoje, com mais de 23 milhões de inscritos, Whindersson Nunes é dono do maior canal Brasileiro, e 13º maior canal do Youtube no mundo inteiro.

Lei Federal autoriza captação de R$ 7,5 milhões para desenvolvimento do longa-metragem

Na quinta-feira (14) foi divulgado que o filme sobre a vida de Whindersson Nunes foi autorizado pela lei federal do Audiovisual a captar até R$ 7,5 milhões de reais para o desenvolvimento do longa metragem.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Tecnologia

Embora não tenha uma previsão para lançamento, o filme deverá abordar toda a história de vida do Youtuber, desde seu nascimento até o seu enorme sucesso na internet e em seus shows de Stand-Up.

Tal Lei institui as políticas públicas para o desenvolvimento da cultura a nível nacional, e possibilita que pessoas jurídicas e cidadãos destinem parte de seu Imposto de Renda para ações culturais.

Vale ressaltar que para um projeto - tanto de produção cinematográfica como cultural de qualquer outro tipo - precisa passar por análise antes que seja aprovado tal incentivo.

Depois de uma proposta ser cadastrada e aprovada pelo Ministério da Cultura, ela se transforma em um projeto que, por sua vez, precisará ainda ser aprovado por uma das unidades técnicas vinculadas ao MinC.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo