A série Chaves, criada por Roberto Bolaños, nunca terminou de fato. O programa que foi ao ar de 1971 a 1980 parou de ser exibido antes que seus episódios finais fossem ao ar. Não foi tanto um problema de audiência, especialmente se levarmos em consideração o sucesso que o seriado obteve no Brasil, mesmo em sua reprise. Foi principalmente pela série de desentendimentos que assolou as relações entre os atores do elenco.

Invejas e disputas criativas ganharam um enorme fôlego nos anos finais de exibição da comédia, resultando na saída da personagem Chiquinha, por exemplo. Sempre houve a esperança de reunir o elenco para um encerramento definitivo, mas a morte de Ramon Valdês (o Seu MADRUGA) em 1988, foi a pá de cal que faltava para determinar o fim de tudo.

Depois disso, cada ator seguiu se apresentando em carreira solo, mesmo sob inúmeras disputas jurídicas.

Alguns escreveram suas memórias em livros, contando os dramas de bastidores, mas sempre houve dúvidas sobre todas as afirmações feitas naquelas obras e em várias entrevistas que se seguiram. A principal delas foi finalmente solucionada. O livro "El Diario del Chavo" (O diário do Chaves), que o próprio Roberto Bolaños assina como autor, revela que Seu Madruga é o pai do Chaves, algo que já se supunha em muitas teorias da conspiração sobre o programa.

No livro, Bolaños, que deu rosto ao Chaves, conta que dois episódios finais foram escritos, mas nunca gravados, justamente por conta das divergências de elenco. Neles, o senhor Barriga finalmente se cansa de exigir o pagamento atrasado dos aluguéis e consegue autorização para expulsar “Seu” Madruga da vila, dando-lhe um prazo curto para deixar o imóvel. “Seu” Madruga tenta ajuda para ficar por ali e ao conversar com o professor Girafales em busca de um empréstimo, revela desesperado que conheceu a mãe de Chaves e teve um relacionamento com ela e por isso teria certeza que era pai do garoto.

Sendo assim, precisaria ficar próximo dele para dar-lhe um lar em definitivo. No dia do despejo, esse segredo viria à tona, os moradores da vila fariam uma vaquinha para ajudar com a dívida e o senhor Barriga acabaria por perdoar o restante do pagamento. Os irmãos Chaves e Chiquinha se abraçariam, puxando uma fila de cumprimentos e comemorações emocionais.

Um dos diretores da série, Enrique Segoviano, confirmou as informações do livro e os problemas que impediram a gravação.

Agora que esse capítulo foi finalmente concluído, podemos rever com um olhar novo todas as vezes que “seu” Madruga dividia a pouca comida que tinha com Chaves e lhe transmitia os parcos conhecimentos em pequenas lições de moral e ensinamentos de como lidar com a vida dura. Mesmo lembrando que todos esses conselhos quase sempre vinham acompanhados de várias pancadas na cabeça. É a verdadeira definição de amor bruto.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo