O apresentador e noticiarista Paulo Pontes foi demitido no último dia 11 da Rádio Jovem Pan. Ironicamente, um dia antes, ele havia completado 21 anos de casa e chegou a postar demonstrando alegria e recebeu muitos cumprimentos de amigos e fãs.

Pontes afirmou que foi pego de surpresa e demonstrou revolta com a demissão em um nova postagem.

O apresentador foi um dos responsáveis pelo formato do programa “Pan News” e titular do Jornal da Manhã, de 1999 a 2015, mas afirmou que acabou sendo limado do programa, pois não quis compactuar com o radicalismo imposto na linha editorial

Graves denúncias contra a rádio

Segundo Pontes, nos últimos anos, a lei na rádio Jovem Pan passou a ser de só atacar o Partido dos Trabalhadores e abafar o resto, mas que por ter ética, compromisso com a verdade e por ser apolítico, não se sujeitou ao que os patrões queriam e esse foi, segundo ele, o início de seu fim na rádio.

Pontes afirmou que para ele, Lula, Aécio Neves, Michel Temer e Geraldo Alckmin se equivalem, mas que a ordem era atacar só o PT.

Colegas aceitaram fazer o que os donos mandaram

O apresentador também criticou alguns colegas de rádio que, segundo ele, aceitaram se tornar cordeiros para conquistarem cargos que se mantêm até hoje.

Críticas ao atuais donos Jovem Pan

Ainda em sua postagem, Pontes fez questão de lembrar com carinho e respeito do ex-presidente da Jovem Pan, Antonio Augusto Amaral de Carvalho, conhecido como Seo Tuta, além de sua família, exceto dos dois fiihos Tutinha e Marcelo Carvalho que assumiram a rádio nos últimos anos, e que, segundo Pontes a “Jovem Pan não os merece”.

Críticas ao parcialismo da Rádio Jovem Pan se tornaram constantes

Para muitos ex-ouvintes da rádio Jovem Pan, as denúncias feitas pelo apresentador Pontes, não chegam a ser uma novidade.

Muitos se queixam nos últimos anos, nas redes sociais, do excesso de críticas feitas ao PT, mas de uma certa defesa ou esquecimento quando o assunto são políticos tucanos. O mais criticado de todos é o historiador Marco Antonio Villa, que berra furiosamente contra Lula, Fernando Haddad e outros petistas, mas, segundo muitos internautas, é incapaz de falar algo contra o prefeito João Doria, a quem o historiador sempre trata com muita cordialidade.

Nos vídeos postados no Youtube que mostram os estúdios e os comentários dos profissionais da Joven Pan, há muitas críticas a eles, especialmente a Villa.

Pontes encerrou se despedindo dos amigos que fez na rádio e dizendo que ainda não sabe para onde irá.

Siga a página Lula
Seguir
Siga a página PT
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!