O programa Pânico na Band vai ao ar somente até dezembro deste ano, é o que diz o colunista do portal UOL, Flávio Ricco. O programa, que tem 14 anos de vida, está desgastado, e a Band não tem mais interesse em manter a atração, que hoje é considerada muito cara pela emissora paulista.

Ainda segundo o jornalista, a Band não quer mais renovar o contrato porque a fase de ouro do programa já passou e eles não conseguem mais se reinventar. Além disso, a saída de vários integrantes importantes, como Sabrina Sato e Ceará, também ajudou na derrocada do humorístico.

O Pânico, antes de sair da Rede TV, chegou a negociar com o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), mas, na ocasião, não houve nenhum acordo com o dono do canal, Silvio Santos.

Flávio Ricco entrou em contato com o comandante da atração, Emílio Surita, e a assessoria do canal paulista. Ambos não se pronunciaram sobre o assunto.

A ascensão e queda do Pânico na Band

Após o sucesso estrondoso na Rede TV, o Pânico foi para a TV Bandeirantes em 2012 e estreou em segundo lugar, com 11 pontos de média na Grande São Paulo, em abril do mesmo ano.

O humorístico foi considerado de maior audiência e rentabilidade na emissora do Morumbi por um bom tempo, mas agora os tempos são outros. A atração sofreu com o desgaste e as polêmicas envolvendo os integrantes do programa.

Além disso, a equipe teve uma espécie de racha entre o antigo diretor, Alan Rapp, e o atual, Marcelo Nascimento.

Desde o início deste ano, Alan não manda mais no humorístico e cuida apenas da parte da internet, mas existe um grupinho leal a ele, e outro mais próximo a Marcelo, o atual diretor.

Quando o ex-diretor do Superpop, da RedeTV, assumiu o lugar de Rapp, os profissionais que eram ligados a ele começaram a perder espaço e a deixar o humorístico, como Gustavo Veiga e a ex-panicat Carol Dias.

O Pânico está no ar na rádio Jovem Pan desde 1993. Em 2003, o dono da rádio, Tutinha, apresentou o projeto do programa de TV para várias emissoras. A Rede TV gostou da atração e, em setembro do mesmo ano, o programa foi ao ar pela primeira vez.

O sucesso foi imediato e o Pânico virou o assunto dos veículos de comunicação por causa do seu humor escrachado e inúmeras polêmicas.

Em 2012, a turma comandada por Emílio Surita foi para a Band por causa do atraso no pagamento dos salários dos humoristas na Rede TV. Na época, alguns integrantes do elenco, como Sabrina Sato e Eduardo Sterblitch, tiveram seus contratos rescindidos automaticamente, podendo ir para a emissora da família Saad sem multa contratual.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Televisão
Seguir
Siga a página Silvio Santos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!