Na última quarta-feira, dia 4, a apresentadora Xuxa realizou uma transmissão ao vivo nas redes sociais, onde se defendeu dos comentários de José Luiz datena que, entre outras coisas, chamou Xuxa de “imbecil”. Isso foi motivado pelo fato de Xuxa ter criticado o filho de Datena, chamado Joel.

Joel, Datena e Xuxa

A notícia estava relacionada ao fato de um garoto com apenas 10 anos de idade ter pego o carro da mãe, sem que ela soubesse.

Joel, o filho de Datena, afirmou que o garoto deveria ser fisicamente punido. Sobre isso, Xuxa se manifestou com um comentário, onde afirmou que existe uma lei chamada “Menino Bernardo”, e eles tinham de aceitar isso. Ainda disse que uma criança não deveria ser corrigida com porrada, e isso é lei.

Datena preferiu não falar o nome "Xuxa" de maneira específica, mas deu dicas. Em sua fala, o apresentador disse que as únicas vezes em que teve vontade de bater em Joel, foi por estar assistindo uma "garota de programa infantil". Ainda disse que a tal apresentadora cresceu, mas continuou infantil e imbecil.

Filme proibido e polêmica

A apresentadora da Rede Record afirmou que não havia problema por ele, Datena, não gostar dela, e completou dizendo que não queria que gostassem dela. Podiam chamá-la de garota de programa, ou também de pedófila, por causa do filme que ela fez com 18 anos. O importante seria não estimular a violência contra crianças.

No filme, chamado “Amor, Estranho Amor”, lançado em 1982, Xuxa interpreta uma personagem que tem relações sexuais com um menino de doze anos, vivido pelo ator Marcelo Ribeiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Xuxa

Segundo a crítica especializada, o filme só ganhou tanta fama e notoriedade por ter sido associado a à figura de Xuxa interpretando uma pedófila. O filme possui muitas cenas de nudez e sexo, mas apesar de todas as suas controvérsias, seria um bom filme.

Xuxa mandou recolher todas as fitas de todos os estabelecimentos de locação, acionando, inclusive, a Justiça, que vetou as vendas. Mas antes de a venda ser, de fato, proibida, foram vendidas cerca de 4 mil cópias e graças a elas, começou a circular de maneira pirata.

Apesar de tudo isso, no ano de 2005 o filem foi lançado em DVD nos Estados Unidos, o que possibilita a importação por brasileiros.

Como o caso tinha vindo à tona novamente, o ator Marcelo Ribeiro foi encontrado e aproveitou a fama escrevendo um livro e até mesmo atuando em um filme de natureza pornográfica. E no ano de 2011 um produtor teve a ideia de tentar comercializar o filme novamente, aproveitando-se da fama de Xuxa.

Ela entrou com ação judicial contra o Google, para evitar resultados referentes ao seu filme, mas recurso foi negado ainda esse ano. Filme conta ainda com Tarcísio Meira e Vera Fischer no elenco.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo