Day McCarthy não é nem de perto quem aparenta ser. Segundo a revista Veja, ela já passou por alguns perrengues envolvendo prostituição nos Estados Unidos. A situação da moça é muito mais complexa e nem mesmo morar nos Estados Unidos ou Canadá, como diz, ela mora. Leo Dias, que foi um dos atacados pela mulher, descobriu que ela casou com um homem e foi morar na Suíça e não no Canadá e também tem algumas manchas no seu passado.

Muita gente vem questionando o motivo desta mulher anônima, que se autointitula socialite, escritora de sucesso e mulher bem sucedida, atacar crianças inofensivas e lindas como Titi, filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, e Rafaella Justus, a quem comparou com o boneco 'Chuck', o brinquedo assassino.

Publicidade
Publicidade

Ora, se ela realmente é bem sucedida, porque buscar tanta "treta" com gente famosa? Seria por fama? A verdade é que a mulher acabou despertando a ira de tanta gente no Brasil que voltar para sua terra natal poderia até ser um risco.

Segundo algumas publicações na internet, foram descobertas situações sobre a moça e que serão expostas a seguir:

Day McCarthy se chama Dayane Alcântara Couto de Andrade

Nem mesmo o nome dela é divulgado por ela mesma de forma correta.

Prostituição, prisão e polêmicas: internet especula a vida de Day McCarthy
Prostituição, prisão e polêmicas: internet especula a vida de Day McCarthy

Seu nome é Dayane Alcântara Couto de Andrade. Ela nasceu no Brasil e sua família ainda mora aqui, mas diz que não quer nenhum tipo de contato com a dissidente e que ela não é bem-vinda no seio familiar. A revelação foi feita por Felipeh Campos, do 'A Tarde é Sua'.

Diz morar no Canadá, mas, segundo Leo Dias, ela mora na Suíça

Segundo uma publicação no portal UAI, acusações que recaem sobre Day dão conta de que ela tinha problemas de imigração nos Estados Unidos e teve que fugir para o Canadá, onde teria conhecido seu marido e se mudado para a Suíça.

Publicidade

Ela também tem sido acusada de viver da prostituição na terra de Trump, aliás, presidente que ela diz apoiar.

É importante também dizer que a revista Veja apurou e, em 2015, ou seja há cerca de 2 anos, a mulher foi presa nos Estados Unidos sob acusação de manter ou frequentar casas de prostituição. A prisão mostra que nem sempre ela foi uma 'socialite bem sucedida'.

Outra informação que não tem comprovação é que ela diz em seu blog e em sua rede social, que foi excluída, é a que ela afirma ser escritora desde os 14 anos e ainda tem 4 livros publicados.

Ela nunca divulgou o nome dos livros e sequer deu dica de como seriam as capas dos mesmos.

Veja mais sobre o caso:

Socialite que atacou Titi, Anitta e Rafinha recebe castigo rápido e fica 'muda'

Socialite que ofendeu Titi teria gravado vídeo de Anitta usando droga: 'Cocaína'

Leia tudo e assista ao vídeo