Nesse final de semana, um ataque racista acabou repercutindo em todo o país. Uma mulher que se diz uma socialite atacou a pequena Titi. Day McCarthy usou um vídeo na internet para atacar a menininha Titi. Os ataques surpreenderam e revoltaram a internet. Algumas pessoas fizeram muitas críticas à mulher e até pediram que ela fosse presa e pode ser isso mesmo o que vai acontecer. Segunda-feira (27) pela manhã, por exemplo, o ator esteve na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Rio de Janeiro, para denunciar o racismo cometido contra sua filha. A pequena Titi, de 4 anos, foi chamada de “macaca”, entre outros ataques.

Publicidade

Ele quer justiça.

Mãe de Titi mostra o quanto racismo abala famílias, mas anuncia a melhor vingança

giovanna ewbank foi vista no fim da manhã muito abatida na porta da escola da filha Titi. Ela fez questão de buscar a menina após o dia turbulento. Antes disso, no entanto, Giovanna Ewbank usou as redes sociais para falar a respeito de tudo o que aconteceu. Ela disse que racismo era crime e que a ação não ficaria impune. Inicialmente, a reação de Day MacCarthy foi a pior possível. Ela atacou a família Gagliasso e disse que eles eram protegidos da TV Globo.

Em seguida, garantiu que não tinha qualquer medo sobre o que aconteceria daqui para frente, mas será mesmo?

Day McCarthy tem perfil excluído do Instagram após ataques contra Titi

A polícia do Rio de Janeiro diz que já tem pistas do paradeiro de Day McCarthy. A TV Globo garante que supostamente a socialite estaria no Canadá. O repórter Felipeh Campos diz ter uma fonte que a mulher viveria na Suíça, seria casada com um operário de nome Arthur e teria problemas com álcool. Depois de todas essas revelações, Day teve o seu perfil excluído do Instagram. A atitude desesperadora chamou a atenção, especialmente poque a mulher disse que não tinha medo do que aconteceria.

Publicidade

Racismo: Day McCarthy pode ficar até 3 anos presa após xingar Titi de 'macaca'

A socialite agora tem sérios problemas para resolver. Ela pode ficar até três anos reclusa por conta das ofensas racistas. No Brasil, esse é considerado um crime bastante grave. Não é a primeira vez que Day ganha a mídia. Ela já tinha chamado Rafinha Justus, filha de Ticiane Pinheiro e Roberto Justus, de "boneco do Chuck", e atacado também o herdeiro de Ana Hickmann. Já sobre a cantora Anitta, Day McCarthy garante ter um vídeo da artista cheirando cocaína em um evento importante.