Tem gente que anda cuspindo no prato que comeu. A cantora perlla, por exemplo, ficou um tempão apresentando-se no mundo gospel. No entanto, a artista acabou perdendo espaço. Por lá, ela não era tão bem vista e nem de perto fez o sucesso que acabou marcando presença no ritmo do funk. Enquanto a artista tenta se reencontrar na carreira, muita gente lembra os problemas que levaram Perlla a ser tão atacada no mundo gospel. Em uma publicação feita nas redes sociais, a cantora acabou atacando o público evangélico, que um dia ela chegou a se identificar.

Cantora Perlla ataca público evangélico após não entoar mais músicas para Deus

De acordo com informações do jornal carioca 'Extra', a ídolo do funk acabou desabafando sobre as muitas críticas que ela tem recebido do público gospel.

Publicidade

Tudo porque ela decidiu retomar a carreira do funk depois de quatro anos cantando hinos para Deus. Inicialmente, a cantora disse que até se arrependia da escolha de ter largado o mundo gospel e ter se dedicado ao funk, porém, logo esse tipo de situação foi contornado por ela, que atacou os evangélicos. Segundo Perlla, seus irmãos de fé são uma verdadeira "crentada", um saco.

Após deixar a igreja, Perlla garante que seu marido era virgem

A cantora tem se metido em uma polêmica depois da outra desde que deixou a igreja.

Ela já deu entrevistas falando até mesmo sobre como foi a sua primeira relação sexual e que o seu companheiro seria virgem. Sobre ter deixado o mundo gospel, a cantora nega que isso a tenha a afastado de Deus, mas que apenas mudou os seus planos profissionalmente. Mais tarde, após atacar os evangélicos, Perlla teria se arrependido da sua publicação. Ela apagou o post, mas já havia o print feito pelo jornal carioca.

Perlla se arrepende de críticas a povo evangélico, mas já era tarde

Não é a primeira vez que a artista faz esse tipo de comentário na internet se defendendo das críticas por ter mudado a sua carreira musical.

Publicidade

Ela também já havia feito o mesmo no mês de setembro, quando gravou um vídeo para a internet e detalhou o que teria motivado a sua difícil decisão.

"A maioria das pessoas que mais criticaram (SIC) são recalcadas e crenteiros. Infelizmente, existem pessoas cristãs, que seguem a Jesus, que realmente vivem a palavra e outros que são crenteiros", disse ela, alegando que os que a criticam não seriam evangélicos de verdade. A situação gerou grande repercussão.

E você, o que pensa sobre o assunto? Comente.