Anúncio
Anúncio

A socialite Day McCarthy ficou conhecida em todo o país por ter feito ofensas racistas à Titi. Ela fez comentários absurdos contra a criança que ficou conhecida por ser filha do casal de atores Bruno Gagliasso e Giowanna Ewbank. Entre as frases terríveis narradas pela socialite, ela chegou a chamar a garotinha de "macaca". Em entrevista ao jornal 'O Globo', Day, cujo nome verdadeiro é Dayane Alcântara de Andrade, falou a respeito do assunto. Ela, que ficou conhecida por ter feito os comentários absurdos, garantiu que só fez tudo aquilo para chamar a atenção, pois também teria sido vítima de racismo enquanto criança.

Anúncio

Day McCarthy revela que sofreu racismo no passado e que xingam seu nariz

De acordo com a escritora, ela desde sempre sofreu com o preconceito das pessoas e que isso foi ficando cada vez mais acentuado. Sobre as frases ditas no vídeo que circulou na internet, Day concorda que realmente foi racista nas mensagens, mas que também seria negra e que tem o sangre negro correndo em suas veias. Nas redes sociais, muita gente não concordou com o modo como ela vê esse tipo de situação.

"Primeiro você tinha que entender a história de adoção do casal, a Gio mãe da titi estava na África sem pretensão de adotar ninguém, apenas fazendo trabalho comunitário, porem quando foi em um orfanato viu a Titi e sentiu que ela era a filha dela, ou o sentimento que você tem precisa ser necessariamente um lugar que você escolhe?", disse um dos internautas ao comentar o assunto nas redes sociais.

Day McCarthy argumenta que público só se revoltou em caso de racismo por Titi ser filha de famosos

O internauta ainda continuou a falar sobre o tema e o que considerado como o verdadeiro amor. "Amor é isso, a gente não escolhe lugar nem nacionalidade, apenas acontece, e independente se ela tivesse escolhido ir pra qualquer outro país para adotar não vejo problema nenhum, criança orfã tem em todo lugar do mundo, precisando de carinho, e amor”.

Day McCarthy confirma prisão nos Estados Unidos

Dayane ainda garantiu que ela sempre foi negra e que ia na delegacia para fazer queixa do preconceito contra ela fosse barrado, mas que nada acontecia, pois ela não era uma filha de celebridades.

Anúncio

"As pessoas também me chamavam de 'macaca', de 'preta', 'nariz de Michael Jackson', me atacando no Instagram", em seguida, ela disse que algumas pessoas chegam até mesmo a fazer ameaças contra ela. Na entrevista, Day ainda confirmou que foi presa em 2015 nos Estados Unidos.