Tudo indica que o clima de amizade entre a atriz Carolina Ferraz e a TV Globo chegou ao fim após o término de contrato com a artista, que durou 27 anos. De acordo com informações do portal de noticias UOL, a atriz entrou com uma ação trabalhista contra sua antiga emissora na última semana.

O último trabalho de Carolina na casa foi em 2016, na novela "Haja Coração".

Agora ela quer seus direitos de funcionária, mesmo tendo trabalhado como PJ (pessoa jurídica). O processo contra a emissora seguirá sob segredo de Justiça. Conforme foi divulgado pela publicação, o tipo de processo movido pela atriz tem como objetivo garantir direitos como décimo terceiro salário, férias, FGTS e as demais garantias que são reservadas a trabalhadores que exerceram função com carteira assinada.

Contratar artistas como pessoa jurídica é uma prática comum em emissoras como a TV Globo e a Record TV. Com a dispensa de diversos atores na mesma situação que Carolina Ferraz, a emissora fluminense acabou se envolvendo em disputas judiciais semelhantes à que a atriz deu início na última semana.

Apesar de todos os desligamentos anunciados durante o ano, a TV Globo foi a menos impactada, pois mesmo sendo dispensados sem nenhum direito trabalhista garantido, muitos artistas decidiram não levar o caso à Justiça por medo de ter as portas fechadas na emissora da família Marinho. Já na Record TV, artistas como Cecil Thiré, Paloma Duarte e Bruno Ferrari buscaram por seus direitos na Justiça.

Neste caso, Cecil, de 74 anos, teria movido uma ação contra a emissora de Edir Macedo e garantiu um reembolso de R$ 1,2 milhão pelos seus nove anos de contrato firmado com a empresa como pessoa jurídica.

Mas nem todos os artistas que movem processo contra emissoras por causa de rescisão de contrato têm a mesma sorte que Thiré. Paloma Duarte, que também exigiu seus direitos ao sair da emissora, acabou sendo derrotada nos tribunais e terá que pagar uma multa de R$ 2 mil à Record TV, além de não receber nada caso as novelas que ela tenha participado sejam reprisadas.

Andando pela Record

A atriz Carolina Ferraz participou na última quarta-feira (1º) do "Programa do Porchat". Ela, que perdeu vínculo com a TV Globo em julho deste ano, participou do programa exibido pela Record TV e contou detalhes sobre o período em que se dedicou à culinária nos últimos anos com o programa "Receitas da Carolina", do canal fechado GNT.

Mas o que chamou a atenção dos telespectadores da atração foi o desabafo emocionante da atriz sobre o assassinato de seu pai que aconteceu em Goiânia, em 1982. De acordo com ela, a morte de seu pai, Ladislau Noel Ferraz, foi encomendada e todos sabiam quem era o mandatário, mas a impunidade do país fez com que o responsável do crime conseguisse sair livre da cadeia.

Ela disse também que o sucesso de seu programa de culinária na TV fechada foi uma surpresa, pois não imaginava que conquistaria picos de audiência tão grandes durante os três anos de existência da atração.

Siga a página Famosos
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!