A atriz Nívea Maria faz parte do elenco da novela ‘Tempo de Amar’ da Rede Globo, e revelou que passou por um quadro muito intenso de depressão, ficando em coma durante cinco dias na UTI, um momento de muita angústia e preocupação para os familiares.

Em uma entrevista para a revista Contigo, Nívea detalhou o quadro que viveu há dois anos. A atriz informou que teve um edema de glote e por isso ficou desacordada. Embora não tenha sentido dores, ela quase morreu. Contou também que quando se recorda daquele momento, pede tranqüilidade a Deus, pois percebe que não vale à pena sofrer por bobagem. O fato ocorreu quando ela ainda fazia a novela ‘Além do Tempo’.

Nívea falou ainda sobre o que enfrentou após a separação do diretor Herval Rossano (1935 – 2007), informando que sofreu de uma grande depressão e que foi algo que ela não escolheu, mas passou pela crise lentamente e se recuperou. Além da separação, a depressão teve outra raiz. Nívea Maria confessou que sentiu uma enorme insegurança em relação ao fracasso profissional como atriz. Ela esperava que o pior pudesse acontecer.

Agora, recuperada, Nívea quer dar continuidade à sua carreira por conta da importância e do imenso prazer que sente como pessoa e que faz isso por ela e não em busca de aplausos.

Ainda sobre a depressão, a atriz diz que quando a pessoa está em pleno quadro depressivo, a doença inibe o apetite, bloqueia o sono, tira o desejo de se comunicar com outras pessoas, e que a maioria das pessoas depressivas acreditam que todos estes sintomas são normais e aceitáveis, ou seja, passam a ficar dias trancadas em casa, sem tomar banho e que acabam acreditando que a cama e sofá são suficientes.

A atriz decidiu dar um basta na angústia

Como uma mulher experiente, Nívea contou que com o fim de seu casamento, decidiu aproveitar a vida ao máximo, e que se permitiu ser uma adolescente rebelde e que a sua condição financeira lhe permitiu tomar essa decisão. Das loucuras que resolveu fazer, Nívea tomou porres, namorou e viajou sozinha, e que foi um momento que ela precisava, mas já passou.

Revelou que os amigos foram fundamentais e verdadeiros anjos da guarda, que a ajudaram, alertaram e protegeram. Conta que a sua libido continua existindo e que gosta de uma relação íntima no estilo ‘animal’, já que o ato de fazer amor é algo necessário para todo mundo desafogar o fogo interno. Ela diz que praticar relações com amor é maravilhoso, mas que muitas vezes é necessário fazer sem amor mesmo, até porque muitas pessoas utilizam até objetos para sentir prazer sozinho e isso é super normal.

Nívea Maria como protagonista: ‘Não esperava’

A atriz falou sobre a profissão, que ao interpretar a personagem Maria em ‘A Casa das Sete Mulheres’, conseguiu resgatar o prazer pela interpretação e os aplausos que precisava, já que ela tinha 50 anos e sabia que mulheres nessa idade não costumam ser protagonistas e que não esperava alcançar este patamar.

Siga a página Saúde
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!